Ko Dong Man nem imaginava que a vida adulta pudesse ser tão patética, mas enquanto sofre humilhações diárias em seu serviço, ele se ressente mais e mais por uma decisão trágica do passado. Em sua juventude ele era um prodígio de taekwondo, a esperança da família e o ídolo da irmã doente, mas seu sucesso era a ruína de outro jovem, um com mais dinheiro e mais poder e seus dias de glória chegaram ao fim de forma deplorável quando ele decidiu tomar para si a responsabilidade de cuidar de seus entes queridos. Sua escolha arruinou os sonhos que um dia ele ousou ter e hoje ele luta diariamente para pagar as próprias contas. A relação com a família se deteriorou ao longo dos anos, a namorada o largou para casar com um homem bem sucedido e o ex-treinador só o faz lembrar do que ele não pode mais ter. As coisas poderiam ser ainda mais difíceis, mas o caminho se tornou menos solitário ao lado dos amigos que o acompanham desde a escola e cujo destino se tornou tão semelhante ao dele próprio.

Choi Ae Ra foi criada apenas pelo pai, que fez todo o possível para amar e cuidar da filha sem que ela sentisse falta da mãe falecida. Mas não é fácil cuidar de uma garotinha tão impulsiva e Ae Ra era do tipo que arranjava confusão por onde passava. Hoje, a vida não poderia estar mais diferente do que ambos desejaram para o futuro. A menina que sonhava em ser locutora, é apenas uma balconista em uma loja de departamento. Ela não cansa de lutar pelos seus sonhos, e aproveita cada pequena oportunidade para mostrar seus talento com um microfone na mão, mas sem experiência é impossível concorrer no agressivo mercado de trabalho e sem nenhuma perspectiva em vista ela conta apenas com a ajuda dos amigos para aguentar com dignidade os tombos da vida.

Baek Seol Hee é a melhor amiga que alguém poderia querer. Ela é gentil e extremamente altruísta, cuida com unhas e dentes daqueles que ama. Ela nunca se importou com o fato de Ae Ra ter a mesma idade que ela, assim que soube que a garotinha não tinha mãe, ela cuidou da amiga como se fosse sua própria filha. Hoje elas são quase inseparáveis, mas seu tempo também é compartilhado com o noivo Kim Joo Man, o homem da sua vida. Eles estão noivos há mais de 6 anos e nesse tempo ela se sacrificou de todas as formas para que ele pudesse alcançar seus objetivos na empresa onde ambos trabalham. O sonho dele é receber a tão desejada promoção para enfim casar com a mulher que ama e dar à ela tudo o que ela merece, o dela é ser uma dona de casa exemplar e assim ter tempo para fazer o que ama, cuidar. Mas no momento isso nunca esteve tão distante e mais do que nunca eles vão precisar lutar para se manterem juntos enquanto correm atrás dos próprios sonhos.

O enredo parece bem simples e eu comecei assistir sem expectativa alguma, mas o que esse drama tem diferente de outros que já mencionei aqui, é exatamente o que me prendeu desde o início. A vida como ela é, sem glamour algum, apenas pessoas comuns lutando diariamente para sobreviver. Quem não sonhou com uma vida totalmente diferente da que leva atualmente? Assistir esse drama foi ver a mim mesma de uma forma completamente nova e acompanhar a trama desses 4 personagens incríveis me tocou de diversas formas diferentes. A mensagem é clara e foi recebida em boa hora por mim. Não importa quantos tombos você leve, nem quão difícil a vida pareça às vezes, se você lutar arduamente e perseverar apesar de todas as dificuldades, a recompensa chega sim. Parece um texto de auto-ajuda, mas na verdade eu queria compartilhar com vocês o motivo de essa história ser tão inspiradora, e tentar convencê-los a dar uma chance ao poder das tramas coreanas.

O drama, apesar do tema denso, é leve e recheado de cenas engraçadas. Os personagens passam por momentos inusitados e mesmo na tragédia é possível reconhecer a comédia. Você chora, mas logo em seguida ri e fica empolgado pelas próximas dificuldades, afinal já sabe que elas virão acompanhadas de ótimas piadas. Esse equilíbrio deixou a trama envolvente e nada cansativa apesar dos 60 minutos por episódio. Outro recurso utilizado pelos produtores foram os flashbacks mostrando o passado dos personagens e sua amizade, nos conectando ainda mais com a relação existente entre eles. E por falar em amizade, preciso mencionar o quanto fiquei emocionada com esse envolvimento deles que beirava ao familiar. A preocupação, o cuidado, e até mesmo as brigas, só provaram o quanto eles eram importantes um para os outros e colocou em destaque o papel dos secundários que foram responsáveis por 50% da força existente no enredo.

Seol Hee e Joo Man são um casal desde o início, e você pensa que eles estão ali apenas para encher linguiça, mas aos poucos vai ficando claro que o papel desempenhando por esses personagens serve para te fazer passar muita raiva, desilusão e no fim, a boa e velha esperança. Não se deixe enganar pela carinha doce e apaixonada deles, enquanto o casal principal me proporcionava momentos lindos e shippáveis, com esses dois eu sofri e muito. O amor da Seol He é lindo, ela é tão doce e incrível que você quer guardá-la num potinho. Acompanhando a história dá pra entender que o que ela faz pelo noivo é sacrifício embasado em um amor profundo, mas isso não torna a situação toda menos revoltante. Não que o Joo Man seja ruim, a gente percebe que ele se sente incomodado em ver sua noiva se anulando para que ele cresça na empresa, mas ele também não faz NADA para mudar as coisas. Pra piorar tudo, uma moça se apaixona por ele e sem saber que ele já tem um compromisso tenta seduzi-lo de todas as formas. A partir daí, podem começar a tomar suco de maracujá que vai ser difícil engolir tanto nervoso. Além de todo o drama ao redor do casal, ainda precisamos lidar com o preconceito da família dele em relação à simplicidade da Seol He.

Já nosso casal protagonista apresenta o clichê amigos que se apaixonam mas envolvimento deles é tão doce que você já nem se importa se viu esse plot em histórias anteriores. Na verdade, dentro desse conceito, a forma como Fight for my Way apresentou a trama é completamente inovadora e madura. Ae Ra sempre foi apaixonada por Dong Man e ele por sua vez era feito de bobo por uma namorada de escola que ia e vinha como bem entendia. Todas as vezes que ele era largado, a amiga estava lá para consolá-lo e até mesmo brigar, já que ele era tão pateta. A situação já se repetiu tantas vezes que dessa vez, quando Hye Ran volta, o rapaz finalmente entendeu o tipo de garota que ela é. Mas o bacana, é que apesar de em todos esse 20 anos de amizade, ele nunca deixou de proteger a amiga, mesmo quando namorava. Eles sempre estiveram um ao lado do outro, e se doavam de igual forma, então não existe aquela coisa de “protagonista boba correndo atrás do rapaz que gosta enquanto sofre”. Ela pode ter escondido seus sentimentos por não ser correspondida, mas também não fez o estilo coitadinha.

Por fim, preciso dizer o quanto a história toda é imprevisível. Enquanto acompanha as indas e vindas dos personagens, você não sabe se eles realmente irão conquistar seus sonhos. Você torce desesperadamente para o tão esperado final feliz, mas só vai ter certeza absoluta aos 45 do segundo tempo. Enquanto Dong Man luta desesperadamente para voltar ao ringue e conquistar tudo o que deixou para trás tantos anos antes, Ae Ra vê seus sonhos mudarem e precisa escolher entre alcançar um emprego de status ou um que dará a liberdade para ela ser quem sempre quis. A questão dinheiro versus oportunidade, algo que a maioria de nós experimenta na própria vida, fará parte da jornada dessas 4 pessoas. Em um determinado momento da história, enquanto nossa querida protagonista faz um entrevista de emprego ao lado de duas jovens mais qualificadas, a gente ouve a pergunta: “o que você estava fazendo enquanto as outras duas meninas estavam estagiando, estudando e fazendo cursos no exterior?” ao que ela responde “tentava sobreviver”. A verdade dessa simples frase resume bem a grande mensagem da história.

Se tiver que começar por algum drama, dê uma chance à esse. Você não vai se arrepender. Fique agora com um MV lindo do casal que abalou minhas estruturas desde o primeiro episódio.

Beijos e até a próxima Hora do Drama.

Fight For My Way

País de Origem: Coréia do Sul
Gênero: Romance, Drama, Comédia
Duração: 16 episódios – 60 minutos
Ano: 2017

rela
ciona
dos

Os melhores contos de terror para você ler Livros para ler neste Halloween