Olá pessoas! Hoje vim falar um pouquinho sobre uma das obras mais conhecidas do autor Arthur Conan Doyle, as histórias de Sherlock Holmes.
Influenciado por Edgar Allan Poe e Jules Verne, Doyle acabou dando vida a mais de 60 histórias de Sherlock Holmes, um investigador peculiar que utiliza-se de métodos científicos e da lógica para resolver crimes, até então, sem solução. As aventuras de Sherlock foram consideradas uma grande inovação no campo da literatura criminal e continua com esta notoriedade até nos dias de hoje. Então, por que não listar alguns motivos para você, que ainda não conhece a obra, conheça e se convença de toda esta grandiosidade? Se você já é um fã, vem junto entender os motivos para tanto sucesso!


1. Eu tenho certeza de que, de alguma forma, você já teve contato com alguma história de Sherlock Holmes, seja numa releitura, uma série de TV ou um filme. Existem várias adaptações pelo mundo, pois não é à toa que Sherlock entrou no Guinness Book como o personagem de filme mais retratado da história. Dentre os nomes mais conhecidos que já interpretaram o personagem estão Benedict Cumberbatch, Jonathan Lee Miller e Robert Downey Jr (meu preferido).
2. O gênio que é seu criador! Arthur Conan Doyle provou que além de médico e escritor, poderia muito bem fazer um bico como investigador da polícia. Ao ler suas histórias, percebemos como ele próprio parece ser o detetive em questão. A resolução dos casos de Sherlock são tão detalhistas e minuciosas que quando temos toda a verdade exposta e revelada pelo autor, é impossível não ficar surpreendido com tamanha inteligência e habilidade. Sem dúvidas o personagem puxou ao criador.
3. Mas quanto a obra literária, por onde começar? Para você não se sentir perdido, você pode começar pelo início! Foi em Um Estudo em Vermelho que Sherlock teve sua primeira aparição. Originalmente publicado em 1887 em uma revista, é nesta edição também que conheceremos o melhor amigo do detetive, fiel escudeiro e responsável por toda fama de Sherlock, o Dr. Watson. Porém, como cada romance (e cada conto) é um caso, você pode ler fora da ordem de publicação, sem medo.

4. Sherlock é o tipo de livro que desperta o hábito de leitura nas pessoas! Apesar de ser um livro do século XIV, a leitura tem uma linguagem simples e flui muito bem. A atmosfera investigativa contribui e Sherlock tem seus momentos divertidos devido aos seus hábitos peculiares. É uma leitura para todos e todas as idades!
5. Sem querer você vai conhecer vários cartões postais de uma Londres vitoriana e eduardiana! Arthur Conan Doyle tem um estilo bastante descritivo, ousado, mas envolvente. Uma característica adotada dentro do gênero ao longo dos anos, então, tenho certeza que você vai morrer de vontade de conhecer ou saber como estão hoje em dia as locações que muitas das aventuras de Sherlock Holmes se passam.
6. As edições são maravilhosas! Muitas editoras nacionais fizeram (e continuam fazendo) edições maravilhosas, com capa dura, duráveis e indispensáveis na sua estante. Uma das mais novas edições lançadas tem a assinatura da Martin Claret, que relançou os romances do personagem numa coleção muito charmosa. Dentre os títulos já lançados separadamente estão Um Estudo em Vermelho, O Signo dos Quatro, O Cão dos Baskerville e O Vale do Terror. Anteriormente, a editora havia lançado todos num mesmo volume.
E aí, me contem se vocês já leram Sherlock Holmes, o que acharam e qual é sua história preferida?

rela
ciona
dos

Todos os detalhes das obras de Cesar Bravo Todas as novidades do spin-off de “Extraordinário” Junji Ito anuncia série de terror pela Netflix Lançamentos de livros que chegarão as livrarias em breve