Ascensão foi uma das últimas publicações da Suma no ano de 2019. Escrita por Stephen King em 2018, a obra pode ser integrada ao grupo de aventuras literárias do autor para além dos gêneros do terror e suspense. Livre de monstros assustadores, pais assassinos, garotas com poderes sobrenaturais ou pobres cãezinhos que nunca foram vacinados contra a raiva, este livro de apenas 124 páginas compartilha com o leitor mensagens preciosas, importantíssimas se pensarmos que vivemos em uma realidade onde os pensamentos extremistas se tornam cada vez mais populares.

Scott Carey poderia ser considerado um homem comum. Sua vida, como a de grande maioria dos habitantes deste planeta, passou por fases alegres, tristes, emocionantes, tranquilas e, é bem verdade que alguns golpes o deixaram um pouco abalado, mas observando o quadro geral poderíamos dizer que sua trajetória se encontra dentro da normalidade. Ele acaba de receber uma ótima oportunidade de trabalho e está construindo um site para uma grande empresa de móveis, mas também vem se estressando com as novas vizinhas, um casal de lésbicas que, ao saírem para correr, não percebem que seus dois cães preferem fazer as necessidades no jardim do vizinho.

Porém, o que poderia apresentar-se como um romance contemporâneo repleto de situações em que o leitor é capaz de estabelecer ligações entre a história e seu próprio cotidiano, logo demonstra a assinatura de Stephen King pois esta narrativa também delineia um evento sobrenatural, ou, se me permitem modificar o termo escolhido, um evento um tanto quanto misterioso. O que apenas o médico aposentado Bob Ellis e Scott sabem é que, embora o homem aparente pesar 100 ou 110 quilos, seu peso está em constante decaída, contudo, enquanto o homem fica cada vez mais leve, sua aparência continua a mesma.

E, meus caros leitores, com estes detalhes iniciais Stephen King inicia uma história que trabalha muito bem a importância da empatia, do respeito, de perceber ou buscar compreender o contexto do outro, de fazer o bem ou pelo menos tentar melhorar a cada dia para que, no somatório final das ações de nossa vida, tenhamos mais momentos agradáveis, significativos e que fizeram a diferença, do que somente momentos em que enfrentamos um dia após o outro.

Confesso não ser a melhor pessoa para tratar da escrita de Stephen King, uma vez que li um total de quatro livros do autor e, em retrospecto, afirmo ter verdadeiramente curtido apenas dois. Mas ao contrário dos comentários que sempre leio acerca da forma de contar histórias de Stephen King, em Ascensão temos uma narrativa curta, leve, livre de grandes detalhamentos e, nem por isso menos significativa do que todos os outros livros enormes que o autor já escreveu. Ainda que tenha sentido falta de maiores aprofundamentos acerca do passado de Scott Carey, admito que Ascensão é ótimo do jeitinho que é.

O livro pode significar coisas diferentes para diferentes leitores, algumas mensagens ou significações podem chamar mais atenção do que outras. Até mesmo o evento final pode ser interpretado de diversas maneiras, mas, e aqui está uma das provas de que o ato de ler é particular e mágico, ainda que não se trate da melhor obra do escritor, ainda que não seja o livro mais detalhado e aprofundado, ainda que as mensagens sejam simples, porém preciosas, elas estão ali depositadas para aqueles preparados para recebe-las!

Stephen King, por muito tempo foi um autor que me desagradou. Era um escritor que não conseguia compreender, que não acreditava ter se transformado em fenômeno mundial quando eu, enquanto leitora, não era capaz de encontrar um livro que me agradasse (acontece com todos nós, não é mesmo?) porém, a cada nova obra lida percebo que, às vezes, precisamos apenas encontrar o livro certo, a história certa. Às vezes um livro não funciona conosco, mas pode funcionar com outro tipo de leitor e aqui está outra maravilha da leitura! Tudo o que precisamos é dar uma chance, a segunda ou terceira e, no meio delas podemos no surpreender. Tudo que sei é que fico feliz de ter oferecido outras chances para o autor, pois Ascensão abriu minhas leituras de 2020 com um sorriso no rosto e algumas lágrimas nos olhos, mas também a certeza de que vale a pena arriscar com autores, gêneros e obras literárias.

  • Elevation
  • Autor: Stephen King
  • Tradução: Regiane Winarski
  • Ano: 2019
  • Editora: Suma
  • Páginas: 124
  • Amazon

rela
ciona
dos

Livros de ficção mais vendido de 2021 Lançamentos de livros previstos para fevereiro Um livro para cada fase da lua Os melhores quadrinhos de 2021