As Outras Pessoas é o terceiro livro da britânica C. J. Tudor, autora de O Homem de Giz e O Que Aconteceu com Annie, todos lançados pela Intrínseca.

As Outras Pessoas conta a história de Gabe em busca da sua filha, que foi raptada ainda criança. Para conseguir reencontrar a garota, Gabe precisa se aliar a um grupo que faz justiça com as próprias mãos, tentando através de seus membros remediar injustiças cometidas pelos órgãos responsáveis, porém, nada é tão simples como parece. Ao usar o serviço das “Outras Pessoas”, ele ficará a mercê delas, para que quando os “seus” serviços forem necessários, ele será imediatamente requisitado.

O tema principal da obra é muito interessante, essa busca pelo parente perdido e o fato de estar disposto a fazer o que for necessário para o ter de volta já foi muito abordado na literatura e no cinema, e com certeza é algo comum de se encontrar no dia a dia, vide o caso da menina Madeleine, que novamente veio à tona depois de vários anos. Certamente isso teve uma grande contribuição devido aos pais da criança jamais terem desistido. Ou seja, não é uma história desconhecida do nosso universo, o que é diferente e original, é esta “instituição” criada para resolver estes desaparecimentos e injustiças.

Mas falando sobre o desenvolvimento em si da obra, eu sinceramente acredito que a autora deveria ter focado mais nesta parte original, explicitando mais sua maneira de funcionamento e se detendo a apresentar somente a história de Gabe e sua luta, mas não é isso que acontece. Tudor acaba embaralhando várias subtramas, em alguns momentos esquecendo de Gabe e das outras pessoas. Claro que estes fatos estão dentro da criação e aumento do suspense do enredo, porém achei que ela foi um tanto quanto prolixa na narrativa, gerando histórias desnecessárias, e que para um livro de menos de 300 páginas, acaba sendo finalizado sem o encerramento merecido e necessário para elas.

Eu não senti nada destes problemas nos livros anteriores da autora. O Que Aconteceu com Annie e O Homem de Giz são histórias intensas, com o foco no enredo muito mais centralizado nas histórias principais, o que me faz acreditar que Tudor buscou para seu livro de consolidação no mercado literário uma forma diferente de se expressar, talvez até mesmo como forma de um desafio. Acredito que o terceiro livro de um escritor, ou escritora, de quem muito se tem falado é super importante para a consolidação deste e por isso que eu esperava um crescimento maior dela, esperava que ela continuasse uma linha crescente que vinha apresentando com dois livros iniciais, mas com disse, acabei me decepcionando.

Como resultado, As Outras Pessoas foi o que menos me agradou dela, o que não significa que seja um livro que não mereça atenção, ele merece sim, tem um enredo interessante e cenas muito bem elaboradas, mas é um história prolixa e apresenta menos ação que os anteriores.

Outro fato, relacionado ao seu final, que me decepcionou bastante  foi a explicação dada para o encerramento, o caminho criado e como os fatos vão acontecendo para a finalização do livro, traz resoluções bem improváveis de se acontecerem. Não consegui comprar a ideia para ligar os pontos finais da narrativa, não me passou verdade e isso me fez gostar menos do livro, porque um final bem elaborado poderia ter feito o livro ser maravilhoso pra mim e todas as críticas anteriores possivelmente sumiriam por um final esmagador.

De qualquer maneira, C. J. Tudor segue sendo uma das minhas escritoras atuais favoritas, consigo entender que apesar de não ter gostado tanto da leitura ela apresenta detalhes interessantes e mostra uma enorme qualidade na maneira como ela vai se consolidando na literatura mundial, mostrando que é sim uma grande escritora e que suas próximas obras seguirão fazendo sucesso.

Um detalhe interessante é que tive acesso ao livro no mês de abril, através dos Intrínsecos, que leva aos assinantes livros inéditos e que chegarão às livrarias apenas meses depois de invadirem as casas de leitores ansiosos. Se você não conhece ainda este modelo de assinatura, que a cada mês envia um livro diferente para sua casa sem que você possa escolhe-lo, vale a pena buscar mais informações, ter a experiência de receber um livro que fará muito sucesso antes de outros leitores é maravilhoso!

  • The Other People
  • Autor: C.J. Tudor
  • Tradução: Giu Alonso
  • Ano: 2020
  • Editora: Intrinseca
  • Páginas: 304
  • Amazon

rela
ciona
dos

Todos os detalhes das obras de Cesar Bravo Todas as novidades do spin-off de “Extraordinário” Junji Ito anuncia série de terror pela Netflix Lançamentos de livros que chegarão as livrarias em breve