Tina Evans perdeu seu filho Danny há um ano, ele morreu em um acidente, ela inclusive reconheceu seu corpo após isto, mas agora as coisas estão estranhas. Tina começa a sentir algo diferente dentro de si, ao mesmo tempo em que algumas inscrições começam a aparecer por onde ela passa, “Ele Não Está Morto.”, é o que elas dizem.

Aliado às inscrições, Tina passa a ter impressão de que vê Danny em alguns lugares, ela estaria ficando louca? Várias mães passam por esta fase do luto, a morte do seu amado filho, ainda criança, é algo duro demais para ela assimilar facilmente. Ou seria tudo real e seu filho ainda está vivo realmente?

Como você agiria se estivesse no lugar de Tina? Os Olhos da Escuridão foi originalmente lançado em 1981, e voltou à tona agora pelo fato de seu mistério estar ligado à cidade de Wuhan, a cidade chinesa epicentro da pandemia de Covid-19, que assola o mundo nos dias de hoje. Inclusive sua edição veio com uma mini jacket que o vende como “um livro profético”, mas não, ele não é.

O livro se quer trata de uma grande epidemia, o único fato que se assemelha com o que vivemos hoje é o de seu mistério estar ligado à cidade da China. De qualquer forma, a trama é bem interessante, um thriller psicológico que logo vai desenvolvendo um mistério bem intenso e as coisas vão se complicando cada vez mais. Porém, na minha opinião, suas soluções e explicações deixam um pouco a desejar, achei que a trama poderia ser mais desenvolvida, mas a obra tem menos de 300 páginas, então realmente seu ritmo é bem rápido e algumas coisas acabam passando batido. Acredito até que o enredo poderia render uma continuação devido a isso.

A obra tem pouca ação, mas quando a coisa pega fogo é muito bem descrita, os detalhes que existem nela prendem muito a atenção do leitor. Dentro de sua construção, como disse, apenas uma coisa me incomodou: os acontecimentos ocorrem de uma forma muito rápida, primeiro isso afeta diretamente a temporização da obra, o que acarreta em prejudicar a credibilidade e o realismo dos fatos, deixando a história pouco crível.

E marketing ou não, o fato do livro ser vendido atualmente como uma profecia sobre o que acontece no mundo atualmente, o que não acontece, pode ser um tiro pela culatra. Como disse, não existe nenhuma profecia na história, e se for lê-lo pensando nisso, querendo algo perto do coronavírus, irá se decepcionar imensamente. Acredito que isso seja um enorme complicador para o livro, já que ele tem uma história boa, um enredo envolvente e, apesar de ficar devendo em algumas coisas, consegue ser bem interessante com uma história original e bem agradável.

Os Olhos da Escuridão é um livro antigo de Dean Koontz, autor consolidado dentro do gênero lá fora, que chama a atenção com uma peculiaridade, já que em algum momento da sua história uma cidade chinesa, que afetou o mundo inteiro, acaba sendo ponto central da trama. Ele possui um mistério envolvente, sua história prende o leitor e seu mistério é bem desenvolvido até certo ponto. Com certeza é um livro que vale a pena, mas que fique claro que não é um livro sobre a pandemia.

  • The Eyes Of Darkness
  • Autor: Dean Koontz
  • Tradução: Débora Isidoro
  • Ano: 2020
  • Editora: Citadel
  • Páginas: 272
  • Amazon

rela
ciona
dos

6 livros para seis signos Lançamentos da Netflix para dezembro 6 Motivos para ler Estúpida Promessa 7 Clássicos preferidos dos leitores