Lucy Maud Montgomery é uma autora canadense, nascida em novembro de 1874. Com mais de 20 romances publicados e mais de 500 contos, um livro de poemas e uma autobiografia, a autora encontrou o sucesso com sua obra Anne de Green Gables de 1908.

No livro conheceremos Anne Shirley, uma órfã de 11 anos que por engano, acaba sendo mandada para morar com os irmãos Marilla e Matthew Cuthbert. Eles vivem no condado de Avonlea, na Ilha de Príncipe (mesma província que nasceu a autora), Canadá. Os irmãos na verdade queriam adotar um menino, para que ele os auxiliassem nos afazeres da fazenda, mas por toque do destino as informações seguiram erradas e é Anne quem aparece na propriedade de Green Gables. O plot inicial desta história foi inspirada em algo que a autora vivenciou na infância, na área rural onde morava. Na ocasião, o mesmo ocorreu com um casal de vizinhos.

Logo ficamos sabendo que Anne passou por diversos lares antes de chegar a casa dos Cuthbert e durante todo o trajeto, até a propriedade, Anne não parou de dizer o quanto estava feliz de ser finalmente adotada. O suficiente para convencer o coração mole de Matthew. É logo nas primeiras páginas que descobrimos o quanto a personagem é tagarela, extremamente esperta, muito imaginativa e claro, dramática.

A partir da sua chegada vamos acompanhar como passa a ser a vida de Anne em seu novo lar, sua introdução a escola, suas novas amizades, sua relação com o povoado e principalmente, sua relação e aceitação com os irmãos Cuthbert. É assim que vamos acompanhar as mais diversas atrapalhadas e aprendizados de Anne, até sua forma de inventar muita coisa da sua cabeça e como renomeia tudo que vê. Todos estes detalhes e características começam a encantar o leitor e é assim que ela vai conquistando o coração das pessoas a sua volta.

Em Anne de Green Gables, iremos acompanhar a vida de Anne dos onze aos dezesseis anos, então iremos amadurecer junto com a personagem, sacando todas suas fragilidades e desejos. Adorei acompanhar a amizade de Anne com Diana  Barry e até sua rivalidade com Gilbert Blythe, que logo que a conhece faz piada dos cabelos ruivos de Anne. A primeira Anne que conhecemos é uma Anne completamente diferente da Anne do final. Então, acompanhar sua jornada realmente é uma experiência gostosa, onde nos aproximamos tanto da personagem que chega a ser difícil darmos adeus a ela.

Claro que não foi uma relação muito fácil no começo, pois como qualquer criança, Anne é um pouco irritante, vinha de um outro tipo de realidade e demora um pouco para entrar nos eixos da rotina de Green Gables, mas essa é um obra que fala sobre crescer e enfrentar a vida. Sobre enxergar as dificuldades como algo bom, como um aprendizado e desafio a ser cumprido. Então a nossa pequena Anne logo aprende e vai se tornando uma menina responsável e cativante, sem deixar seus sonhos para trás. Anne tem muito a aprender, mas também muito a ensinar, através dos seus olhos, vemos o mundo com outra perspectiva,

Anne de Green Gables ganhou diversas adaptações ao longo dos anos, vários filmes, web séries e séries de televisão. A mais recente, Anne With an E (2017) foi produzida pela CBC e Netflix e tinha em seu papel principal Amybeth Mcnulty, porém, infelizmente, após três temporadas foi cancelada.

Esta é uma história para todas as idades e cheia de aprendizados, é uma história de amadurecimento, de uma menininha que mesmo contra todas a probabilidades e as dificuldades que a vida lhe impôs logo nos primeiros anos de sua vida, não desistiu de lutar por amor e aceitação, de lutar simplesmente por um lugar no mundo. Eu lhe desafio a não se encantar com Anne e a passar a enxergar a vida com os olhos dessa garotinha. A gente ri, se diverte, se preocupa e deseja o melhor a Anne e seus amigos. Eu até finalizei esta leitura com lágrimas nos olhos!

Para a alegria, essa é uma série longa e podemos acompanhar a vida de Anne através dos anos. O próximo livro, chamado Anne de Avonlea, teremos uma Anne mais crescida, num período dos dezesseis aos dezoito anos de idade. Então se você, assim como eu, se encantou por esta história e por essa personagem, está é uma leitura obrigatória! Até indico a leitura para quem curte um bom romance de época, pois, apesar de não ter as mesmas características de narrativa dos romances, Anne nos apresenta costumes e parte da cultura da época no local em que se passa, então é um prato cheio para quem deseja uma leitura com estes elementos, mas mais levinha.

Está mais do recomendado e eu não vejo a hora de conversar com vocês sobre Anne de Avonlea!


Detalhes da edição

  • Anne of Green Gables
  • Autor: L. M. Montgomery
  • Tradução: Anna Maria Dalle Luche
  • Ano: 2019
  • Editora: Martin Claret
  • Páginas: 424
  • Amazon

rela
ciona
dos

Confira o teaser do novo filme da saga “Jogos Vorazes” Stranger Things: Livros que expandem o universo Todos os detalhes das obras de Cesar Bravo Todas as novidades do spin-off de “Extraordinário”