O Maior Roubo de Arte de Todos os Tempos | Crítica

28 nov, 2021 Por Stephany Black

Vocês são também fãs de séries de investigações de crimes que ainda não foram solucionados? Se sim, entra para o meu clube, porque é dessas séries que sou fã de carteirinha!

Quando vi que a Netflix ia lançar uma minissérie de investigação sobre o maior roubo de artes do mundo, eu fiquei muito interessada já pela temática, o que eu não sabia era a surpresa que estava por vir e descobrir que eu moro apenas a 50 minutos do local – eu moro fora do Brasil -, então fiquei super feliz, na medida do possível, de poder visitar o museu.

A minissérie se chama O Maior Roubo de Arte de Todos os Tempos, estreou na Netflix dia 7 de abril de 2021 e conta com apenas quatro episódios. Desde o começo a produção deixa bem claro que as obras de artes ainda se encontram desaparecidas. Vamos conhecer nessa minissérie a história do roubo que se deu no dia 18 de março de 1990, em Boston (Massachusetts), no Isabella Stewart Gardner Museum. Uma informação importante é que no dia 18 de março comemoramos o St. Patrick’s Day, onde muitos turistas viajam para Boston para celebrar, pois Boston tem muitos descendentes de irlandeses.

Tudo começou quando os dois vigias noturnos abrem a porta para os ladrões, que estão vestidos de policiais, pois o museu já estava fechado para o público na hora. Após entrarem, os bandidos anunciaram o roubo e amarram os dois vigias noturnos. E ao decorrer de 81 minutos eles levam 13 peças, entre as mais famosas estão três Rembrandt – Christ in The Storm on the Sea of Galilee, A Lady and Gentleman in BlackePortrait Of The Artist as a Young Man; um Manet – Chez Tortoni; um Vermeer – The ConcertAtualmente as obras perdidas são avaliadas em 500 milhões de dólares.

O documentário em si não traz novas informações sobre o paradeiro das peças, mas mostra como todos os envolvidos se esforçaram para, de alguma maneira, tentar achar o culpado deste crime. Hoje, 31 anos depois do roubo continuamos sem respostas para esse mistério. A polícia tentou achar conexões entre o roubo com a máfia italiana e ladrões de artes, porém todas essas tentativas foram frustradas e não chegaram a ninguém.

O que mais me chamou atenção nesse roubo foi que o criminoso não teve nenhum cuidado ao retirar as obras de arte da moldura, o que passa a impressão que a pessoa não tem muito conhecimento – já que quem trabalha com isso sabe o quanto isso é prejudicial às peças em questão. O museu ainda oferece $10 milhões de dólares para qualquer pista que leve ao paradeiro das peças.

Você ficou com vontade de conhecer o museu por dentro? O museu oferece visita virtual clicando aqui.

  • This Is a Robbery
  • Lançamento: 2021
  • Criado por: Colin Barnicle, Nick Barnicle
  • Com: Shelley Murphy, Anne Hawley, Dick Ellis
  • Gênero: Documentário
  • Duração: 55 minutos

rela
ciona
dos

Livros de não ficção mais vendido em 2021 Livros de ficção mais vendido de 2021 Lançamentos de livros previstos para fevereiro Um livro para cada fase da lua