Comecei a leitura de Naquele Fim de Semana sem muita pretensão. Sabia tratar-se de um thriller, mas confesso que não estava muito empolgada. Recém havia terminado de ler As Musas, livro que eu estava muito ansiosa e acabei não curtindo muito, então estava um pouco desanimada.

O livro conta a história de Orla e Kate, que são melhores amigas há muitos anos, e sabem tudo uma da outra. Estudaram juntas na faculdade, e passaram por diversas situações. Foram a festas, viajaram, se divertiram muito e também enfrentaram dificuldades. Orla é casada, e tem uma bebezinha – Marlow – mas mesmo assim, aceita o convite de Kate para embarcarem sozinhas em uma nova aventura, já que Kate está enfrentando um momento difícil em sua vida, com o recente divórcio.

Ambas residem em Londres, e o destino escolhido por Kate é Lisboa. Kate é  a responsável por tudo, comprou as passagens e alugou apartamento no Airbnb e fez uma planejou uma super  programação para elas – já que estava tudo no cartão de crédito do ex-marido de Kate (que a traía), Orla não se importou. Sentia-se angustiada por deixar Marlow somente aos cuidados do pai por todo o final de semana, mas assim que vislumbrou o apartamento em que ficariam hospedadas, a sensação de alegria a invadiu! Afinal de contas, era somente um final de semana!

Na primeira noite, as amigas vão a um elegante restaurante, comem e bebem a vontade e tem um momento realmente bom juntas – apesar do ex-marido de Kate ter ligado no meio do jantar para importuná-la pelos gastos excessivos no cartão de crédito. Isso não parece abalar Kate, que após muita insistência, convence Orla a irem até um bar.

A noite passa como um borrão e na manhã seguinte, com uma tremenda ressaca e associado ao sentimento de culpa por ter deixado Marlow, Orla descobre que Kate não está no apartamento. Orla vasculha o lugar, e começa a encontrar vestígios estranhos, será que Kate apenas saiu para passear, e não quis acordá-la? Além de informar a polícia, Orla não vê muita alternativa, a não ser  aguardar o retorno da amiga. O tempo passa, e nada de Kate. Os vestígios a deixam inquieta, a polícia parece não dar nenhuma atenção ao caso – Kate precisa agir, e resolve tentar preencher as lacunas na sua memória, de tudo que aconteceu na noite passada.

O desenrolar dessa história é muito bom! Adoro quando personagens principais são proativas, e tomam atitudes que eu tomaria frente as intempéries. Apesar de ter suspeitado desde o início do desfecho, ele foi na contramão – e depois voltou! Eu achei muito sensacional! Foi uma leitura muito rápida e prazerosa, fiquei histérica para saber como terminava!

O que estava muito bom, melhorou! E muito! Em março lançou na nossa querida Netflix, o filme baseado nesse livro! A personagem principal é ninguém menos que a minha adorada, amada, idolatrada – Leighton Meester (Gossip Girl). Ainda não posso lançar meu parecer aqui sobre o filme, mas espero, fortemente, que tenham sido fiéis ao livro. Estou Ansiosa! Quem já leu, me conta o que achou!

  • The Weekend Away
  • Autor: Sarah Alderson
  • Tradução: Maria Luiza X. de A. Borges
  • Ano: 2021
  • Editora: Record
  • Páginas: 336
  • Amazon

rela
ciona
dos

Todos os detalhes das obras de Cesar Bravo Todas as novidades do spin-off de “Extraordinário” Junji Ito anuncia série de terror pela Netflix Lançamentos de livros que chegarão as livrarias em breve