Título Original: Fallen Too Far
Autora: Abbi Glines
Ano: 2012
Editora: Arqueiro
Páginas: 192
Compre aqui

Infelizmente minha nota para o livro Paixão Sem Limites da autora Abbi Glines foi apenas dois. Não por que não gostei do enredo, mas coisas que eu considero importantes em um livro me influenciaram e muito, como por exemplo: o número de clichês excessivos usado pela autora e os diálogos “íntimos” dos dois personagens protagonistas são bisonhos, sério! Alguns diálogos são tão surreais que chega a ser engraçado. Imaginem uma cena mais “quente” e você como leitor rindo por causa do diálogo? Não tem como né. Preciso urgente da versão original do livro, pois realmente preciso saber se foi feito uma boa tradução e revisão desse livro.
Blaire Wynn tem 19 anos e teve a adolescência interrompida pela doença de sua mãe. Passou os últimos três anos cuidando dela até o dia de sua morte, por causa disso, perdeu a única pessoa que amava na vida, seu agora, ex-namorado Caim, sem alternativas teve que vender sua casa para pagar todas as despesas médicas. O fardo de Blaire já era grande mas ela não se deixar abalar, levanta a cabeça e segue em frente, não fica de mimimi reclamando da vida nem nada disso (ponto para autora).
Agora completamente sozinha, ela precisa pedir ajuda agora para a última pessoa que pensaria, seu pai, que a abandonou a 5 anos atrás, meses depois de sua irmã gêmea ter falecido em um acidente de carro. Ele agora vive com outra esposa, mas ela não tem alternativa. Blaire sai de Alabama deixando tudo que ainda achava que era seu para trás e viaja até a praia de Rosemary na Flórida.
“Minha vontade era entender a mão e tocar o seu rosto. Dizer a ele que tudo iria ficar bem. Que a sua vida iria continuar e ele iria superar aquilo, superar nós dois. Mas não consegui fazer isso. Como reconfortá-lo quando eu própria me sentia vazia?”

Chegando em Rosemary, ela se depara com uma mansão e carros luxuosos, uma cidade com outro patamar, tudo diferente da realidade dela. Ela não encontra seu pai, o mesmo saiu para viajar para Paris deixando ela completamente na mão e sozinha de novo, apenas com a companhia do seu irmão postiço Rush Finlay que não fica nem um pouco contente com a chegada dela.
Rush é filho de um famoso rockeiro, com sua madrasta que ela nunca chegou a conhecer. Ele tem 24 anos e obviamente, ele é lindo e rico, tem tudo que precisa e tudo que quer aos seus pés, sem nunca precisar correr atrás, muito diferente de Blaire. Rush leva a vida como férias, com festas todos os dias. É um conquistador barato que tem sempre uma fila de mulheres afim de deitar em sua cama todos os dias, mas são dispensadas assim que amanhece (Alô, Travis é você?).
Blaire consegue ficar em um quartinho de empregada na mansão até seu pai chegar e seria obrigada a conviver com a ostentação de Rush. Agora bora lá despejar todos os clichês! Blaire obviamente sente uma atração por Rush, ela sabe que deve ficar longe do rapaz, mas simplesmente não consegue evitar, ainda mais quando descobre sinais que o próprio Rush começa a sentir o mesmo por ela, afinal, ela também é linda, e tem um corpo perfeito (preciso mencionar que ela é virgem e inexperiente?).
Seguindo agora a linha Crepúsculo, Rush solta o diálogo chave para que toda protagonista assine seu atestado de devoção ao mocinho: – Fique longe de mim, Blaire. Você não vai querer chegar muito perto (…) – Really? Enfim…Blaire não fica nem um pouco longe e logo como a velocidade da luz ambos estão apaixonados e entregues a uma paixão sem limites? proibida e nenhum dos dois tinha controle do que poderia acontecer.
Porém, todavia e entretanto, Rush esconde um segredo de Blaire,(Ahá!) o que faz ele resistir um pouquinho no início da história, mas em vão. Aliás, TODA A CIDADE parece saber do segredo, menos você e a Blaire, é claro. Ela até que tem algumas desconfianças ao decorrer do livro, mas nenhuma chega nem um pouco perto do que realmente é. E apesar de tudo, é aí que o livro ficou bom. Sim, tinha uma luz no fim do túnel, e o livro realmente me surpreendeu, até os diálogos ficaram melhores! Mas acho que isso foi culpa de todo o drama familiar que estava por vir.
“Ambos estávamos com a respiração acelerada e profunda quando eu falei tudo o que precisava ser dito sem pronunciar nenhuma palavra. Elas estavam escritas nos meus olhos. Ele só precisava prestar atenção. – Blaire não faça isso – suplicou ele.- Adeus Rush.”

Certo dia o pai de Blaire e sua Madrasta chegam de viagem, e Blaire enfim descobre o tal segredo e fica transtornada, não só ela fica mas você também se vê revoltada! Este é um segredo que ser nenhum do planeta terra poderia esconder dela, porque envolve ela totalmente e diretamente. 
Não vou contar que segredo é, do contrário, ninguém precisaria ler este livro. Blaire agora, não vê outra alternativa (reação exagerada mas ela tem os seus motivos) a voltar para Alabama, mesmo não tendo onde morar. Ela não poderia perdoar seu pai, e muito menos Rush que ela tanto ama. Mas eu confirmo é um segredo relativamente sério. Segredo que mudaria para sempre as suas vidas.
Os personagens secundários são o máximo! todos têm muito potencial e acho que foi por isso que a autora resolveu transformar a trilogia em uma série, com spin-offs com a maioria deles. Como não gostar do outro irmão bom? Grant, e dos melhores amigos de Blaire, Bethy e Jimmy? E o chefe lindo dela, o Woods? Todos tem muito carisma e deixam sua presença marcada na história, até mesmo a “vilã” irmã mais nova de Rush a antipática Nan tem seu potencial, que no fim acreditei que ela não era tão vilã assim, era apenas outra vítima de toda esta bagunça familiar (outro ponto para autora), e quando eu digo bagunça é mesmo viu, tive que pegar um papel e caneta para desenhar – tipo uma árvore genealógica para entender tudo! Opss…será que estou falando demais? No final descobrimos que o vilão é quem menos esperamos e se mostra bem ausente de tudo.
O livro tem pontos fortes sim mas os fracos foram gritantes para mim, com alguns diálogos fracos e cenas muito mal exploradas fez com que a série ainda não me convencesse, mas pretendo sim, ler os próximos livros tudo por causa do final. A quantidade de drama agora depositado na trama deixou o livro muito mais envolvente. Confesso que até me emocionei, de verdade, consegui sentir uma certa comoção aos personagens. Recomendo a todos que querem uma leitura fácil mas sem grandes expectativas viu, se divirtam.
Finalizei o livro em algumas horas e isso é um fator forte dele, o livro não é ruim mas está longe de ser algo original, é neutro, posso dizer assim? Outro ponto forte é que o mesmo não tem nenhum momento de chatice, sempre tem algo novo acontecendo o que facilita as coisas também. No final temos um capítulo do segundo livro Tentação Sem Limites que foi triunfal para eu decidir realmente continuar lendo a série, levo fé no enredo, e sei que peneirando bem alguns “erros” de Paixão Sem Limites temos uma linda história, que pelo menos neste volume não acaba com um final feliz 🙁 Será que Abbi Glines vai me surpreender?
“Ele não deixou de me encarar, e eu o encarei de volta. Pude ver o desespero na sua expressão. Sabia que ele estava confuso e até com um pouco de medo, mas havia também amor: Pude ver esse amor, essa intensidade no seu olhar, e acreditei. Vi isso com clareza, só que agora era tarde demais. O amor agora não bastava. O amor não basta quando a nossa alma está em pedaços.” Blaire 

Confira a série Rosemary Beach

1. Paixão Sem Limites

2. Tentação Sem Limites

3. Estranha Perfeição

4. Amor Sem Limites

5. Simples Perfeição
9. Para Sempre Minha

rela
ciona
dos