Título Original: A Mamãe é Rock
Autora: Ana Cardoso
Ano: 2016
Editora: Belas-Letras
Páginas: 112
Compre aqui

A Mamãe é Rock é o típico livro para se carregar dentro da bolsa, para você pegar naquele momento de espera, onde você possa lê-lo em qualquer momento e situação. Os textos falarão sobre o cotidiano de uma mãe, que em meio de tantas tarefas, precisa se desdobrar em várias para dar amor, carinho e atenção para suas duas filhas.
Ao mesmo tempo em que o livro é dinâmico, que até propõe algumas atividades interativas, ele também emociona e transmite experiências que qualquer mamãe passou ou ainda vai passar. Para aquelas que ainda não são mães, as crônicas da autora e jornalista Ana Cardoso, prometem cativar. 
Ana Cardoso é esposa do radialista e jornalista Marcos Piangers, autor de O Papai é Pop que já ganhou sua segunda edição neste ano. Como um fragmento do livro do marido, Ana traz o lado materno da família, sua relação com suas duas filhas, Anita e Aurora e a realidade de que querer ser a mãe perfeita, nem sempre é a melhor fórmula.

Além das experiências corriqueiras, através de suas crônicas, Ana vai trazer muita reflexão em cima dos seus relatos, além da maternidade e da sua relação com as filhas, Ana vai falar sobre outros assuntos, um deles o feminismo, como sua filha mais velha vem lidando com o empoderamento, a diferença na criação das filhas, a diferenças entre elas, opções alimentares, experiências pessoais e, é claro, vai comentar sobre muitas das pérolas que suas filhas fazem.
Com a leitura de Mamãe é Rock é fácil se sentir parte da família, que é bastante divertida e acima de tudo, verdadeira. É fácil e gostoso de acreditar em tudo que lemos neste livro, por que não é nada mais do que a realidade de uma família. Todas as questões debatidas no livro trazem uma delicadeza e todas são esclarecidas numa sutiliza que confesso, parece ser fácil ser mãe, mas ao mesmo tempo percebo o tamanho da responsabilidade que colocamos no mundo.

A edição da editora Belas-Letras está belíssima, se você já teve o privilégio de encontrar este livro nas livrarias sabe do que estou falando, assim como seu conteúdo ele chama a atenção, é descolado e traz em sua capa, muitos dos elementos que encontraremos no livro. A diagramação também retrata com ilustrações muito de cada crônica que estaremos prestes a ler, o que só facilita ainda mais a leitura.  Eu adorei e recomendo para todos. 
Certamente, Ana Cardoso, a minha, a sua e todas as mamães do mundo são heroínas em nossas vidas, sorte nossa, realmente, como diz a jornalista Cris Lisboa, também revisora do livro, ter em nossas vidas mães biológicas, mães emprestadas, mães de corações para nos dar todo o amor, dedicação e carinho que precisamos. Depois, tudo que ganhamos, repassaremos, tudo de novo, para os nossos filhos. De uma forma inteligente, mas também muito bem-humorada, encontraremos aqui, só um pedacinho do que é ser mãe.

rela
ciona
dos