Entre 2009 e 2010, Rebecca Smith assumiu o posto de escritora residente na Casa-Museu de Jane Austen. Por entre os móveis e documentos, ela pode conhecer detalhes, segredos guardados em cartas e bilhetes deixados para trás, e talvez chegar mais perto de conhecer quem realmente foi Jane Austen.
Uma vez familiarizada com o ambiente que um dia pertenceu à querida escritora inglesa, Rebecca planejou e ofereceu cursos de escrita para aqueles cuja alma exige comunicar-se por meio de palavras dispostas nas páginas – virtuais ou físicas – de futuros livros. Foi em meio a atmosfera vibrante e aconchegante da casa da autora, que Rebecca Smith iniciou o que hoje conhecemos como O Clube de Escrita de Jane Austen, um livro para aqueles que querem aprender com essa autora clássica, e que, assim como ela, esperam ver suas histórias nas mãos dos mais diversos leitores.A obra publicada em 2017 pela Bertrand Brasil, em uma edição graciosa – digna da autora que carrega como inspiração – é muito mais do que um simples manual de escrita, uma receita para aqueles que pretendem aprender com os segredos de uma autora tão apaixonante quanto suas histórias. O livro, na mesma medida em que apresenta dicas e possíveis caminhos a serem seguidos pelos aspirantes a escritores, também destaca detalhes da história de Jane Austen, suas opiniões com relação a escrita e cada uma de suas obras, além de demonstrar detalhes de sua vida que muitos de nós, possivelmente, desconhecíamos.

Provavelmente é mais fácil sugerir como não escrever um romance. Jane Austen sabia exatamente aquilo que não queria escrever.

O livro estabelece-se por meio da exploração de diversas etapas. Partindo da criação de um roteiro e estratégias para os primeiros esboços de sua história; a criação de personagens e os detalhes e características a serem empregados para que estes sejam capazes de cativar o leitor; as estratégias próprias da autora quanto da construção de narrativas e, até mesmo, a criação do ambiente e utilização do tempo em sua história.
Apesar de todas as dicas e conselhos apresentados por Rebecca Smith confesso que senti falta de maior profundidade com relação a conceitos explorados ao longo da obra, bem como, de uma visão um pouco mais crítica e profunda da obra de Jane Austen.
Ao abordar a posição do narrador na construção da narrativa, Rebecca destaca brevemente as diferenças entre narrativas em terceira e primeira pessoa, além de observar, com falta de detalhes e apresentação de informações muito simplificadas, a construção da narrativa em discurso indireto livre. A falta de profundidade e detalhes com relação a esses elementos, de grande importância para a construção da narrativa, além de outros conceitos pouco explorados, frustraram uma leitora que sabia do que a autora estava falando, mas também sabia que muitos não compreenderiam a densidade daquela informação.
Por fim, em diversos momentos, senti que a visão da autora com relação a obra de Jane Austen permanece desconectada do contexto histórico em que a obra foi escrita. Muito mais do que pertencer a um momento histórico em que mulheres não poderiam andar desacompanhadas, e não possuíam a voz que alcançaram nos dias atuais. Jane Austen viveu no contexto dos cercamentos e início da Revolução Industrial, e, apesar de reconhecer que suas obras estão baseadas no comportamento humano e nas comunidades e famílias de ambientes rurais, não pode-se negar que a autora se utiliza de diversos detalhes e reflexões sobre elementos e características próprios do período de cercamento.
O Clube de Escrita de Jane Austen é um manual adorável, uma obra que transporta o leitor, uma vez mais, para as obras encantadoras de uma das escritoras inglesas mais amadas de todos os tempos. Apesar das decepções, e dos problemas que percebi quanto a construção do livro, não posso negar que sua maior força permanece intacta: com graça e destreza, Rebecca Smith uniu a técnica e pensamentos de Jane Austen aos pedidos de muitos aspirantes a escritores, nos presenteando com um livro de conselhos e técnicas para quem pretende escrever sua própria história.

  • The Jane Austen Writers’ Club
  • Autor: Rebecca Smith
  • Tradução: Roberto Muggiati
  • Ano: 2017
  • Editora: Bertrand Brasil
  • Páginas: 294
  • Amazon

rela
ciona
dos

Men: Novo filme perturbador ganha trailer nacional Adaptações literárias que estreiam em agosto Novo trailer de John Wick e novidades da franquia Novidades sobre Halloween Ends, último filme da franquia