Olá pessoas! Em março de 2016 eu fiz uma postagem aqui no Estante Diagonal falando sobre o início da minha coleção de marcadores de páginas. Pois é, 2 anos se passaram e a coleção cresceu e hoje vim dar mais dicas para sua coleção e outras alternativas para quem deseja organizar uma coleção de marcadores, mas que não quer gastar muito! Eu também publiquei um vídeo no canal falando sobre o modo que eu armazeno meus marcadores, que é com a pasta fichário, mas vocês podem conferir mais dicas abaixo.

Fichário: Na postagem anterior eu falei sobre um tipo de pasta que, para minha coleção pequena, me servia bem. Hoje eu já estou usando um outro tipo de pasta fichário, mais barata, mas que é bem semelhante e durável. Abaixo segue os três modelos que utilizo. As mais simples são 15,00 e a em capa dura e riscada foi 40,00. A única coisa que você precisa estar atento é a dimensão da pasta, existem algumas mais estreitas e que deixam os marcadores de fora. Então se liguem nisso!

Plásticos: sobre os plásticos eu continuo usando o mesmo tipo, este brilhoso, mais liso e com a faixa branca na lateral que o reforça quanto ao peso, mas outros colecionadores também utilizam plásticos de outros tipos e de outras formas. Normalmente um pacote vem em média 50 folhas, mas alguns fichários já acompanham plásticos. Vou falar alguns modos que conheço além do método que eu uso:
Plásticos de porta-cartões/cédulas: estes plásticos já tem as ditas divisórias para a separação dos marcadores, mas nem todos os marcadores cabem ali.
Plásticos de pasta catálogo: estes são mil e uma utilidades e os mais baratos, mas também são mais finos e mais opacos. A parte boa é que ele possibilita que o colecionador possa costurar ou selar os plásticos, fazendo as divisórias do tamanho que desejar. Existem também pessoas que fazem estas divisórias selando com ponta de pistola de cola quente, dá um pouquinho de trabalhoso, mas é possível também.

Folha de Papel: eu utilizo papel preto A4 de 120 ou 180g de gramatura, mas você pode escolher a cor que preferir, claro. Alguns colecionadores preferem comprar cartolinas colorset e cortam o papel do tamanho A4 depois. O pacote que eu compro vem 50 folhas e custa em média 24,90.

Folha Transparência: para aqueles marcadores que tem a frente e o verso bonitinhos, muitos colecionadores escolhem utilizar “transparência” para fixar estes marcadores. Este é um tipo de folha de acetato para retroprojeção e artesanato. Elas são transparentes e bem lisas, assim pode-se substituir as folhas pretas por elas. Porém, elas são bem mais caras, então eu separo elas para uso exclusivos de marcadores bem especiais, como por exemplo, os da Darkside. No Mercado Livre tem opções mais em conta.
Cantoneiras: Se você não optar pelos plásticos com divisórias, pode ser que você precise de cantoneiras. Hoje em dia as cantoneiras são mais utilizadas em scrapbooks, álbum de fotos, etc. Vamos aos modelos:
  • Cantoneiras da AliExpress: bem baratinhas, mas sem opção de escolher as cores, vende neste link e eu também utilizo elas. São 102 cantoneiras por cartela, ou seja, você pode fixar 50 marcadores com cada folha.
  • Cantoneiras YES: mais caras, mas são todas transparentes, existem uma vendedora no Elo7 que vende, link aqui. Você pode encontrar este tipo em livrarias “bem” específicas. Aqui em Porto Alegre “algumas” Casas do Estudante tem. Por caixinha, são 250 cantoneiras, ou seja, você pode fixar 125 marcadores por caixa. Esta é a minha cantoneira preferida.
  • Cantoneiras de papel: é mais fácil encontrar estas em livrarias, tipo Saraiva e outras. Normalmente elas são texturizadas e existem várias cores. Por cartela são 24 cantoneiras, então você só consegue fixar 12 marcadores. Te todas as opções, esta é a que menos vale a pena.
Alguns colecionadores, fazem suas próprias cantoneiras com papel simples, as colando depois ou fazendo com papel adesivo. É um método mais trabalhoso, mas que também é super válido. Vou deixar aqui dois tutorias diferentes que demonstram a técnica. Dica 1 e Dica 2.
Fixação por corte: existe também um modo de NÃO usar cantoneiras. Mas como é feito? Alguns colecionadores fazem um corte do tamanho do marcador na folha base e fixa o marcador no próprio papel. Segue um vídeo onde uma colecionadora explica bem direitinho como ela faz.
Fixação por fita adesiva: perambulando pelos grupos de marcadores, também vi que alguns colecionadores utilizam fita adesiva nos cantinhos do marcador. Eu sinceramente não sei se isso o danifica, ou não, mas também é uma alternativa. Com a moda das washtapes também deve ficar bem legal.

Espero que vocês tenham gostado! Se vocês colecionam e tem mais alguma dica para compartilhar, deixem aí nos comentários, vamos fazer desta postagem algo bem completo para que vários interessados e colecionadores tenham acesso!

rela
ciona
dos

Os melhores contos de terror para você ler Livros para ler neste Halloween