Não é preciso ter um vasto conhecimento na modalidade, para perceber que tênis é um esporte praticado majoritariamente por brancos. Infelizmente ainda percebemos nos dias atuais estas diferenças, porém, há alguns anos, a história era ainda mais triste. Pouquíssimos atletas despontaram nas principais competições ao longo da história, podemos citar três importantes personalidades: Athea Gibson (primeira atleta negra a vencer Roland Garros -1956); Arthur Ashe (US Open – 1968) e Yannick Noah (Roland Garros – 1983).


Essa triste realidade apenas estimula ainda mais o jovem Richard Willians (Will Smith) a convencer a esposa Oracene Price (Aunjanue Ellis) que eles deveriam ter duas filhas, e que elas seriam as melhores tenistas de todos os tempos. Mesmo parecendo um sonho demasiado delirante, as jovens Venus e Serena Willians (Saniyya Sidney e Demi Singleton) nascem, crescem, e treinam  intensamente para que o plano do pai dê certo.

O filme inicia com a família vivendo em Compton na Califórnia – além do pai, mãe e as irmãs, moram também outras três filhas de Oracene, de um relacionamento anterior. Falar que as meninas esforçavam-se para fazer o plano do pai dar certo, pode parecer um pouco radical. Digo isso, pois de alguma forma, o pai conseguiu passar para as meninas todo o amor pelo esporte. Treinavam  diariamente nas quadras mal cuidadas da cidade, enfrentando todo o tipo de dificuldade. Richard trabalhava a noite, e treinava as meninas durante o dia, enquanto a mãe trabalhava  exaustivamente para ajudar com os gastos da família.
Engana-se quem pensa que Richard pensava apenas no esporte para as meninas. Era rígido com os estudos, e elas eram muito boas e dedicadas – falando diversas línguas. Além disso, ele reforça em diversas partes do filme, que estava apenas se esforçando para que elas ficassem longe das ruas, e que seriam reconhecidas e importantes no futuro – levando junto com elas, toda jovem negra com esperança de um futuro melhor.


Após muitas portas fechadas, Richard consegue que as meninas iniciem o treinamento em um clube da cidade, com um bom técnico – e o nível delas sobe rapidamente. Em seguida, novamente através do pai, conseguem visibilidade de um treinador a nível nacional, e a família inteira se muda para Orlando, onde elas passam a treinar. Sempre sob os olhos atentos do pai, as meninas tornam-se profissionais e começam a competir. O resto da história nos enche de orgulho até hoje, com Serena e Venus sendo consideradas umas das as melhores tenistas de todos os tempos.

Os filmes biográficos tendem a ter algumas alterações, para tornar a história mais “bonita” ou apresentável. Achei incrível como isso não ocorreu nesse filme. Richard é demonstrado como uma pessoa que pensa acima de tudo nas filhas, mas também apresenta o lado dele que está pensando no dinheiro, e em não dar o real valor que a esposa tem – tanto na criação das filhas, como no sustento da casa. Gosto como isso é apresentado, sem floreios e enganações.

Saniyya e Demi são incríveis nas suas atuações. São sinceras e verdadeiras, e a semelhança física com a Venus e Serena reais, nos faz esquecer que trata-se de atuação, e não de um vídeo das irmãs no passado. Contudo, toda a atenção e holofotes estão em Will Smith. Ele foi magnífico! Assistindo vídeos do passado do real Richard, vemos como Will conseguiu captar os trejeitos, fala e expressões com maestria. Nos últimos anos eu acertei o vencedor da estatueta de melhor ator, e ouso dizer que acertarei novamente este ano. Will vai levar seu primeiro Oscar!

Além da indicação para Melhor Ator, ainda temos Ellis concorrendo para Melhor Atriz Coadjuvante, Melhor Filme, Melhor Montagem, Melhor Roteiro Original e Melhor Canção Original com a voz de nada mais do que Beyonce interpretando “Be Alive”.  Torcendo muito para que esse filme ganhe no máximo de categorias possíveis! Quem já assistiu? O que acharam?

Enjoy!
XoXo

  • King Richard
  • Lançamento: 2021
  • Com: Will Smith, Aunjanue Ellis, Saniyya Sidney
  • Gênero: Drama, Biografia
  • Direção: Reinaldo Marcus Green

rela
ciona
dos

Livros de bruxaria moderna para você conhecer Livros banidos no Brasil e pelo mundo 6 livros com casas mal assombradas Nimona vai ganhar um filme de animação em 2023