Dirigido e roteirizado por Adam McKay e com um elenco de peso composto por Leonardo DiCaprio, Jennifer Lawrence, Meryl Streep, Cate Blanchett, Rob Morgan, Jonah Hill, Mark Rylance, Tyler Perry, Timothée Chalamet e Chris Evans, Não Olhe para Cima (Don’t Look Up) é uma sátira política inteligente pontuada de humor ácido que busca retratar, por meio de um evento hipotético, aspectos da sociedade moderna que seriam risíveis se acaso não fossem trágicos – como as fake news, o negacionismo, o populismo e a idiotização das massas em prol de uma agenda político-partidária.

Eis que um cometa se encontra em rota de colisão direta com a Terra fazendo deste, devido sua velocidade e tamanho, um evento de extinção em massa onde os cientistas presentes na película – disponível na plataforma de streaming Netflix – precisam noticiar as autoridades para que um plano de ação possa ser concebido. Contudo, essa ocorrência em andamento que fora cientificamente comprovada é banalizada e logo descartada como um exagero pela presidente dos EUA, Janie Orlean (Meryl Streep), que faz uso da manipulação midiática e alienação de seu eleitorado idolátrico para desmentir e até “assassinar a reputação” dos astrônomos Dr. Randall Mindy (Leonardo DiCaprio) e a doutoranda Kate Dibiasky (Jennifer Lawrence), portadores da apocalíptica notícia.

Categorizado como comédia, o longa de 2h 22min lançado em dezembro de 2021, apresenta um roteiro coeso e atuações mais que satisfatórias, mas sem grandes brilhantismos mostra um fato tão assustador quanto o fim do mundo eminente: a descrença da ciência por uma sociedade inteira que prefere se ater às aparências, fofocas de celebridades, discursos inflamados e sem fundamentos de lideranças políticas e a hiper valorização do dinheiro sobre a vida. Uma crítica hollywoodiana à realidade passada nos EUA onde pouco se há para rir, afinal não há graça no fim do mundo. É impossível não fazer o paralelo entre as atitudes da presidente Orlean (Streep) com o ex-presidente Donald Trump; e para um exemplo mais próximo de nossa realidade, com nosso presidente Jair Bolsonaro, onde a sua palavra se torna a verdade e não o fato que é checado e comprovado pelos cientistas mais renomados e capazes do planeta.

Eleito Melhor Filme do Ano no prêmio AFI (American Film Institute) e vencedor de Melhor Roteiro Original no prêmio WGA (Writers Guild of America), Não Olhe para Cima desde o início oferece ao espectador dois caminhos: você pode questionar seus líderes e personalidades de destaque, saindo da sociedade bestializada que fora instituída sorrateiramente ao longo dos anos ou pode continuar aceitando “verdades” regurgitadas que nada mais são que mecanismos para desviar de assuntos pertinentes a atenção da população. Em qual categoria você se encontra?

Sobre a fraqueza humana e a falta de caráter dos personagens, o longa deixa as sutilezas de lado e mostra aquilo como realmente é. Ao ter seu ego massageado pela inteligente, porém superficial âncora de TV Brie Avantee (Cate Blanchett) que logo o seduz. Ao ser posto sob as luzes dos refletores midiáticos, logo se tornando uma celebridade, o dr. Mindy (DiCaprio) tem suas atitudes e personalidade drasticamente alteradas, passando a embarcar na narrativa produzida para controlar a população e calar quaisquer opositores existentes ou que possam surgir.

Particularmente, me satisfiz bastante com a premissa do filme e como ele foi executado, como um teatro de absurdos, ao mesmo tempo que permaneci durante toda sua exibição chocada e indignada com o quão próximo da realidade o enredo chegou. A arte satirizando a vida, e a vida tal como uma piada de mau gosto para a arte! Tudo parece girar em torno da mídia e do que é mais favorável para a presidente que se vê focada na eleição de seu indicado à Suprema Corte e relega o choque do cometa – o fim do mundo, ao segundo plano.

Indicado nas categorias de Melhor Filme, Melhor Roteiro Original, Melhor Trilha Sonora e Melhor Edição, Não Olhe para Cima, a meu ver, é mais que um nome digno a levar uma ou mais estatuetas para casa, mas sim um produto de entretenimento que flutua entre a realidade e a ficção e que deve ser visto com os olhos céticos da verdade.

  • Don't Look Up
  • Lançamento: 2021
  • Com: Leonardo DiCaprio, Jennifer Lawrence, Meryl Streep, Cate Blanchett
  • Gênero: Comédia
  • Direção: Adam McKay

rela
ciona
dos

Livros de bruxaria moderna para você conhecer Livros banidos no Brasil e pelo mundo 6 livros com casas mal assombradas Nimona vai ganhar um filme de animação em 2023