Fã de fantasia como sou, sinto que demorei para ler Um Tom Mais Escuro de Magia, o primeiro da trilogia “Tons de Magia”, conjunto de livros de fantasia adulta escritos pela autora V.E. Schwab… Porém, como diz o ditado, antes tarde do que nunca! Entrei em contato com o primeiro livro recentemente, e como já me apaixonei por essa história, vim trazer alguns aspectos deste primeiro volume que me encantaram, e que talvez despertem a atenção daqueles que ainda não foram convencidos pelas resenhas dos livros.

MULTIVERSOS

Sim, essa história possui este aspecto tão querido por fãs de fantasia e ficção científica, a existência de diferentes universos. Nesta história, eles são quatro, e se mostram principalmente na forma de quatro Londres diversas, nas quais a principal característica que as define é sua relação com a magia. A Londres cinza, a nossa Londres da época da Segunda Revolução Industrial, é marcada por uma relação escassa com a magia. Já na Londres Vermelha, a Londres do protagonista Kell, a magia é abundante e próspera. Na sinistra Londres Branca, a magia é parte predominante de jogos de poder violentos. Na Londres Preta, a magia não só era profusa, como saiu de controle.

Confira a resenha da série Tons de Magia

Este é um ponto central nesta história, inclusive: devido ao descontrole da magia na Londres Preta, as portas entre os mundos foram seladas, e com isso o poder de circular entre eles. É por isso que quando um objeto da Londres Preta cai nas mãos de Kell, um dos poucos que ainda consegue transitar entre mundos, uma série de acontecimentos que podem resultar em consequências graves começa a se desencadear. O que nos leva a nosso próximo motivo para ler “Um tom mais escuro de magia”, a explicação do porquê Kell consegue transitar entre mundos:

O SISTEMA DE MAGIA

Os diversos graus de contato com a magia não existem apenas em relação aos mundos, mas também em relação aos que habitam neles. Cada pessoa tem uma aptidão própria para a magia, e os que mais a possuem são os Antari. Os Antari são pessoas que tem a magia correndo em seu sangue em proporção grande, o que se mostra em um de seus olhos, inteiramente preto. Enquanto pessoas comuns conseguem dominar a magia principalmente através do comando de elementos tais como água, fogo, terra, ar, metal e ossos, os Antari comandam a magia falando sua língua, e combinando-a com o uso do próprio sangue.

Devido a sua relação com a magia, os Antari são os únicos que ainda podem abrir portas entre as diferentes Londres e circular por elas. Assim, podemos perceber como todo o sistema mágico criado por V.E. Schwab é muito único, completo e rico em nuances, a serem desdobradas durante a história.

ESCRITA DA V.E. SCHWAB

Já sou fã da escrita de Schwab desde a leitura de “Vilão”, o que aumentou consideravelmente meu interesse na leitura de “Um tom mais escuro de magia”. Não fui decepcionada: a autora mantém sua qualidade narrativa, nos apresentando a história de maneira muito envolvente, clara e fluída. Este primeiro volume de “Tons de Magia”, ao meu ver, dosa muito bem a quantidade de cenas de construção de universo e de personagens em relação a quantidade de cenas de aventura e de ação, tornando a história complexa, atrativa e fácil de ler. 

REPRESENTATIVIDADE

É refrescante encontrar livros de fantasia onde existe diversidade entre os personagens, e este é o caso. Já neste primeiro livro temos mulheres fortes, personagens pretos em posição de poder dentro do universo (oi, príncipe Rhy), além de certa representatividade LGBTQIA+. Sei que há uma ampliação desta representatividade nos próximos livros, e que isto é importante para V.E. Schwab, já que a autora é queer (podendo ser chamada por pronomes femininos ou neutros). Isso já aumenta minha curiosidade e vontade de ler as continuações! O que inclusive me leva a falar de:

UNIVERSO “TONS DE MAGIA”

O universo construído nesta trilogia foi tão rico e seu enredo tão interessante que seus direitos foram comprados para uma adaptação! Esta não é a única expansão desta história, no entanto: Schwab já anunciou que escreverá outra série que se passa no mesmo universo, com personagens antigos e outros que ainda iremos conhecer.


Se estas informações despertaram sua curiosidade, sugiro que leiam esse livro incrível que é “Um tom mais escuro de magia”!

rela
ciona
dos

Livros de bruxaria moderna para você conhecer Livros banidos no Brasil e pelo mundo 6 livros com casas mal assombradas Nimona vai ganhar um filme de animação em 2023