Jeannie está a caminho do seu casamento, trajando um deslumbrante vestido de noiva, maquiada com esmero e uma sensação sufocante de talvez estar tomando a decisão errada. Seu relacionamento com o Dan sempre foi leve, gostoso e rápido, eles se conheceram e noivaram em menos de um ano, o pedido de casamento foi perfeito e completamente romântico, impossível de ser quer pensar em dar uma resposta que não fosse, sim. E foi então que a avalanche de preparativos para o grande dia os cercaram e engoliram, roubando qualquer tempo que eles possuíam para terem conversas que não fossem convidados, flores, bufê e por consequência, sem tempo para desfrutarem de momentos a dois.

Obviamente que estar dentro de um carro a caminho da igreja, não é o melhor lugar, nem o melhor horário, para se pensar a respeito destas coisas, mas essa vozinha irritante e inquieta não se cala, o que torna impossível para Jeannie dar continuidade ao trajeto, ela sente que precisa conversar com Dan, mesmo que seja em cima da hora, e é justamente quando se convence de sua decisão que algo terrível acontece e joga tudo pelos ares. Presa em uma situação que parece não ter, como ter um final feliz, Jeannie entra em uma jornada que irá revelar muito mais sobre si e sobre a necessidade de buscar a sua própria felicidade.

Lições Inesperadas Sobre o Amor, é um romance contemporâneo, da coleção romances de hoje da Editora Arqueiro, e eu já vou avisando, se tornou uma das minhas leituras queridinhas. Jeannie ama música, ela é compositora, toca vários instrumentos e já teve uma banda, que não está em seu melhor momento profissional, mas que tem vivido um romance lindo, que tem preenchido algumas de suas dores e vazios.

Uma mulher insegura, incapaz de dizer não, com necessidade de aceitação e medo do que as pessoas possam pensar a seu respeito. E justamente por nunca se priorizar, ela acaba sendo engolida pelas pessoas que a cercam, sua personalidade não se destaca, o que a torna uma coadjuvante em sua própria vida. E por isso conseguir dar um passo em cancelar o casamento a assusta e surpreende na mesma proporção, ela não deseja magoar Dan, seu futuro marido, veterinário respeitado, um homem gentil e que ela percebeu não conhecer o suficiente, para dar um passo tão definitivo… ainda que seja em cima da hora, ainda que seja no momento mais inoportuno, é sua última chance de tomar essa decisão, ela sabe que só precisa conversar com ele, que ele irá entender, mas não dá tempo, uma tragédia acontece e prende ela, mais do que a própria aliança poderia. Tudo se torna uma grande incógnita, Jeannie, que tinha tomado algumas decisões, e que estava decidida a dar continuidade nelas, mais uma vez, se sente impotente e é então que ela se depara com algo que ela não encarava a muito tempo… ela mesma.

“(…) — Quando somos honestos com nós mesmos, todo o resto se encaixa.”

O que eu mais amei sobre este livro é que Jeannie embarcar em uma jornada de autoconhecimento, buscando entender quem ela é, e o que ela quer, ela passa a se descobrir, se respeitar, a encontrar a sua própria voz e por fim, a se amar, compreendendo o que é estar comprometida, e o quanto é necessário estar bem com quem se é, para poder criar um vínculo, uma parceria com um outro alguém. E essa jornada não é indolor, é cheia de obstáculos, de situações que a deixam com medo, mas ainda assim, desafiadora e necessária. O enredo gira em torno de nossa protagonista, o romance deixa de ser o centro da narrativa, ficando ali apenas em suspense, como uma pitadinha que desejamos apenas para ser aquela cereja do bolo. E tudo isso atado a um pano de fundo lindo, animais resgatados, um centro de reabilitação animal, e cães que só precisam descobrir uma face do ser humano, que não é a da dor e exploração, e sim a do amor e cuidado.

Eu me envolvi com a história em muitos aspectos, ao longo da leitura eu me vi em Jeannie, alguém que quer pertencer, que pensa demais nos outros e que acaba por esquecer de si, que tem medo de magoar, de se impor e isso é realmente muito ruim, porque te deixa vulnerável a ser intimidada, passada para trás e feito de trouxa. Eu demorei para acordar, mas despertei – ainda bem que não precisei de uma situação tão ruim quanto a dela -, mas ainda assim, ver sua jornada, me levou para um lugar de relembrar a minha própria e até refletir sobre aspectos que ainda posso melhorar. Outro pronto que me tocou profundamente, foi como a autora com sensibilidade conseguiu inserir a causa animal no enredo, eu simplesmente amei, sou uma defensora da causa, alguém que apoia e divulga, então ver isso de forma verossímil, me deixou com um quentinho no coração, e a sensação de que a mensagem foi transmitida. E não estou aqui dizendo que Jeannie não tem defeitos, ela os tem, existem momentos que realmente queremos entrar na história e gritar um grande acorda, que ficamos desejando apressar o processo e que ela seja capaz de enxergar aquilo que estamos vendo tão nitidamente.

“— Algumas conversas são importantes demais para começarem do jeito errado. Então a gente acaba não começando.”

Eu também preciso mencionar o quanto os personagens secundários fazem diferença para que o enredo se torne dinâmico, e ainda mais envolvente. Suas histórias são relevantes, cativam e desperta a nossa vontade de desvendar mais e mais sobre suas vidas.

Tudo na narrativa é sutil, delicado, sensível. Com muito carinho a autora construiu um enredo com personagens verossímeis, lidando com suas escolhas e consequências, independentemente de se estar acertando ou errando, e tudo bem, porque somos apenas humanos. É um livro sobre a complexidade dos sentimentos, das relações humanas e suas muitas faces, sobre perdão, segundas chances e recomeços, sobre se permitir e escolher ser você mesmo, com suas qualidades e defeitos.

Fica aqui essa dica especial, irei torcer para que caso tenha despertado o teu interesse em conhecer a obra, que ela possa te tocar, assim como ela me tocou.

  • Unexpected Lessons in Love
  • Autor: Lucy Dillon
  • Tradução: Alessandra Esteche
  • Ano: 2021
  • Editora: Arqueiro
  • Páginas: 336
  • Amazon

rela
ciona
dos

7 livros para sagitarianos Os livros queridinhos do TikTok Livros de não ficção mais vendido em 2021 Livros de ficção mais vendido de 2021