Falar de terror e suspense logo nos traz a memória autores como Stephen King e Jo Nesbo, mas talvez o que muitos não saibam e que até ignorem é a presença feminina no gênero que tem se revelado cada vez mais forte. E isso se dá pelo fato de que, assim como em diversas outras áreas e na própria história da humanidade, por mais talentosa e capaz que seja a mulher, ela acaba sendo ofuscada por homens que ganham maior enfoque e evidência do que elas. Um exemplo clássico disto é a autora Mary Shelley que criou o icônico monstro Frankenstein, mas que viu os créditos serem atribuídos a seu marido Percy Shelley durante cinco anos, e só então recebendo o devido direito sobre sua obra, tendo seu nome atrelado a ela. E mesmo hoje com obras contemporâneas, ainda vemos os autores ganhando mais visibilidade e oportunidade do que as autoras.

E já que a mencionamos, é ela quem abre essa nossa lista de indicações, de obras de terror e suspense escritas por MULHERES e que merecem sua chance de leitura.

Frankenstein – Mary Shelley

Uma obra que tem uma história por trás da história. Sim, a maneira como a ideia deste livro nasceu, já é interessante o suficiente para te fazer querer devorar essa leitura. Aqui conhecemos o cientista Victor Frankenstein, um jovem inteligente, esforçado, que trabalha com rigor para conquistar seus objetivos. Dono de um verdadeiro fascínio pela estrutura do corpo humano e de qualquer animal dotado de vida. Se questionando sobre de onde procedia o inicio da vida, pós vida e morte sempre lhe pareceram fronteiras a serem transpostas. O que o levou a estudar incansavelmente, a trabalhar por dois anos com afinco para infundir vida em um corpo inanimado, feito de retalhos humanos, uma criatura que desperta, emitindo sons sem sentido e um sorriso que mais parece uma careta. Horrorizado diante do que criou, Victor foge, incapaz de encarar e pensar no que fez, odiando de imediato o ser a sua frente… a criatura sem nome.

Um clássico maravilhoso que mesmo de 200 anos de publicação, segue conversando e surpreendendo os leitores. Mais que uma obra de terror, a obra se revela uma verdadeira tragédia, explora elementos científicos e entrega muito mais do que estamos esperando.

Ex-mulher – Tess Stinson

Louise viu seu casamento ruir. Seu marido seguir em frente, assumir uma nova mulher, formar uma nova família, no momento que seu filho completou uma semana de nascimento. Ela era sua amante, Caz, mais jovem, mais bonita, talvez até mais interessante, porém, ainda assim, ela é a outra. Louise sabe que precisa manter um bom relacionamento com Caz, pelo bem e felicidade dos seus filhos, mas superar o que ainda sente pelo marido, ao mesmo tempo em que precisa lidar com as diferenças e inseguranças entra ela é nova mulher, não é uma tarefa fácil. Entre mágoas, traições, segredos e vingança, uma tragédia acontece, na cena de crime Andrew está morto, todo ensanguentado e a sua volta estão Louise e Caz, ambos acusando uma a outra de ter cometido tal atrocidade, e a pergunta que não quer calar, é quem está falando a verdade?

Alternando os pontos de vistas e a investigação, em Ex-mulher encontramos um thriller psicológico capaz de embaralhar nossas emoções e opiniões, é um verdadeiro quebra-cabeça, cheio de peças duvidosas e caminhos que vão te deixar arrepiado. Uma leitura rápida e viciante, que fala de relações familiares, amor e consequências.

A Segunda Morte de Suellen Rocha – Cláudia Lemes

Quatro amigas – Suellen, Marina, Dafne e Cacau -, verdadeiros opostos em aparência, personalidade e vivências, e ainda assim amigas inseparáveis, se autodenominando as flores. Um laço que elas desenvolveram tão forte, que elas decidem eternizar, deixar marcado na pele, uma tatuagem, uma pequena flor tatuada na lombar. Algo tão “normal”, não deveria oferecer riscos, ou alertas, entretanto algo dá errado, de uma maneira tão terrível que muda a vida destas quatro jovens para sempre. Um pacto é selado, um segredo que elas juram jamais revelar, algo a ser esquecido, deixado no passado… só que vinte anos depois, Suellen é brutalmente assassinada, nenhum vestígio é deixado pelo criminoso, nenhuma sugestão de quem poderia ser, a única pista deixada não faz nenhum sentido para a polícia, uma palavra escrita com sangue na parede: assassinas. Só que Marina, Dafne e Cacau, entendem a mensagem, e isso traz à tona medos, segredos e uma rede de corrupção, elas precisam correr contra o tempo, antes que uma delas se torne o próximo alvo.

Com personagens reais, enredo angustiante e uma grande crítica social, a autora nacional Cláudia Lemes entrega uma história agonizante e revoltante, com um final agridoce, perfeito para tirar os leitores da zona de conforto.


E aí? Já leu algum dos livros indicados? Me conta aqui, qual autora de thriller e terror, eu preciso conhecer. Até a próxima! Bye.

rela
ciona
dos

Livros de ficção mais vendido de 2021 Lançamentos de livros previstos para fevereiro Um livro para cada fase da lua Os melhores quadrinhos de 2021