Resenha: Ônix - Saga Lux Livro 2

Título Original: Onyx
Autora: Jennifer L. Armentrout
Ano: 2016
Editora: Valentina
Páginas: 416
Compre aqui

Aviso! Esta resenha poderá conter spoilers sobre Obsidiana (resenha), primeiro livro da série :)

Após os acontecimentos do último livro, Katy e Daemon agora têm uma forte conexão, tudo devido ao poder de cura que Daemon precisou usar para salvar a vida de Katy, ela acredita que isso resultou no distinto comportamento do seu vizinho alienígena. Daemon continua o mesmo convencido e irritante de sempre, mas agora nutre um forte sentimento por ela, algo que ela passa a duvidar.

Katy e Daemon conseguem apagar o rastro de luz que ficou em Katy, apesar de estar segura, sem que nenhum Arum possa identifica-la, há algo de estranho acontecendo com ela. Após ser curada, não existe apenas a forte conexão entre ela e Daemon para lidar, depois de ficar inusitadamente doente, Katy começa a fazer coisas que antes pensara não ser capaz. Involuntariamente, dependendo do seu estado emocional, Katy começa a mover objetos e ela passa a ter medo de perder o controle a acabar expondo a todos.

Estes bizarros acontecimentos devem ser mantidos em segredo, afinal, o Departamento de Defesa, responsáveis por controlarem a existência dos Luxen na Terra, andam cercando a cidade, tudo por causa da luta final que tivemos em Obsidiana. O DOD está em cima e qualquer deslize pode colocar Daemon, Dee e os outros Luxen da cidade em risco. Por este motivo Katy tenta ao máximo esconder suas novas habilidades, eles não podem descobrir sobre ela e nem sobre os poderes que os Luxen manifestam.


Como se não tivesse problemas o suficiente para lidar, um novo colega chega na cidade de Katy. Blake em tão pouco tempo prova ser tudo aquilo que Katy gostaria de ter conhecido antes de Daemon, é um garoto normal, que gosta de livros e que já também já teve um blog, porém, Blake parece saber mais do que aparenta e sua aproximação pode ter outras intenções, claro que Daemon não gosta nada disto.

Jennifer L. Armentrout continua contando sua história de uma forma envolvente, sexy e relaxada. Percebi que ler esta série será como ter uma relação bastante próxima com a autora, como se ela estive contando diretamente para mim, e é isso que faz com que a leitura flua de uma maneira completamente viciosa. Em Ônix vamos acompanhar as consequências dos acontecimentos finais de Obsidiana, o desenvolvimento desse relacionamento conturbado entre Daemon e Katy, que agora têm mais um agravante, ou seria vantagem? A certa conexão entre eles. 

A história progride, ganha ritmo e empolga, mesmo com a quantidade de acontecimentos, a autora não se perde na narrativa. Iremos nos surpreender com os outros perigos que cercam a cidade, os Arums são apenas a ponta do iceberg e os perigos que os Luxen e Katy podem se depararem são ainda piores, vamos descobrir que existem muitos segredos e mistérios mal explicados e que demandam total atenção.


Particularmente, eu continuo gostando da trama central deste livro, ainda mais agora com a adição das intrigas, dos segredos revelados e principalmente pelos jogos de interesse que se revelam e que levam o livro a uma série de reviravoltas. Também há todo um clima de mistério que vai se perpetuar por grande parte da trama, o que deixa minha cabeça aqui, depois de finalizar a leitura, funcionando a mil por hora, criando milhares de teorias para o que está acontecendo com vários dos personagens da Saga Lux

Há um equilíbrio na narrativa, num momento temos cenas de ação extremamente detalhadas, em outros teremos cenas de tensão, investigação, de conflitos e claro, cenas com aquela pitadinha de pegação, mas nem um pouco exageradas, aliás, na medida certa para aquecer o coração do leitor. As cenas em que Daemon e Katy estão juntos não são nem um pouco românticas, mas transmitem uma química única, daquelas que desejamos para nós, é verdade. Mesmo em toda esta relação de gato e rato, é evidente que a relação entre eles é muito mais intensa e mais do que eles mesmo acreditam, e isso é tão maravilhoso de perceber antes deles próprios.

Eu falei na primeira resenha, mas vou destacar isso novamente, diferente de outras séries sobrenaturais, onde SEMPRE a mocinha deve ser protegida sob o único motivo do mocinho estar perdidamente apaixonado por ela, na Saga Lux isso se altera. Katy não se faz de mocinha frágil e ao longo da leitura descobriremos que ela passa a ser tão forte, importante e indispensável na saga, assim como Daemon, Dee e os outros, que têm superpoderes.


Já que toquei nos personagens, falando de Katy mais precisamente, diferentemente do primeiro me decepcionei um pouco com Katy, mesmo apontando tudo isso que falei acima. Aqui ela se mostrou um pouco mais teimosa e imatura, o que me incomodou. Mas confesso, respirei fundo e relevei, pois, sei que nossa protagonista está passando por muita coisa nova em Ônix, e diante de tudo que viveu, entendo os motivos dela de querer ser forte e não só uma fraqueza para Daemon, mesmo que para isso não tome as melhores decisões.  

Os novos personagens inseridos na trama surpreendem, Blake convence totalmente e foi ele o responsável pela admiração e baita plot twist do livro. Já Will, percebi suas intenções assim que ele apareceu, o que levou para que eu esperasse um desfecho previsível relacionado ele. Outra coisa me incomodou um pouco foi o sumiço de personagens como Dee, achei que ela ficou totalmente apagada, mesmo tendo uma participação importante perto do fim, uma pena. Só por conta de detalhes que não pontuo Ônix com nota máxima, mas eu já estou completamente encantada pela saga e isso não atrapalhou nem um pouco a minha leitura.

Para finalizar, não preciso dizer que o desvio cômico da história continua sendo o fato de Katy ser uma blogueira literária e por ela ser uma personagem tão semelhante a nós, leitores. As tiradas dela são sensacionais, ela pensa exatamente aquilo que eu pensaria em determinadas situações e ela compartilha tudo com o leitor. A imersão que isso proporciona para nós é de fazer com que coloquemos esta saga num lugar querido em nossa estante, naqueles cantinhos especiais para que possamos olhar, suspirar e pensar: - Como é bom ler este livro.

Confira a saga Lux:
2. Ônix
3. Opala
4. Origem
5. Oposição

Nenhum comentário

Postar um comentário