Interferências | Connie Willis

Título original: Crosstalk
Autora: Connie Willis
Ano: 2018
Editora: Suma
Páginas: 463

Imagine-se em um futuro não tão distante, um ponto específico no espaço-tempo, na trajetória vacilante da humanidade, onde o estágio atual da tecnologia encontra terreno fértil para progredir, avançar, desenvolver-se em aparatos, máquinas e conceitos que, hoje, ousam avançar em breves e pequenos passos. 

Imagine uma sociedade absurdamente conectada, onde o acesso ao meio virtual é regra e o mercado cria, a todo o momento, novas necessidades tecnológicas, novos aparatos cujas funções facilitaram sua vida, permitindo maior conexão com o ambiente virtual, maiores possibilidades de contato. Agora, imagine que, na busca por estabelecer conexões e necessidades, o mercado lhe ofereça um dispositivo capaz de elevar a empatia entre casais, permitir que você, ser apaixonado, sinta as emoções de seu parceiro, elevando, portanto, a conexão entre si.

É em meio a esse contexto de absurda conexão, comunicação constante proporcionada pelo milagre da internet, que conhecemos Briddey, funcionária de destaque em uma empresa de dispositivos móveis, smartphones, aparelhos eletrônicos que, provavelmente, você não precisa em sua vida. A bela, ruiva, cem por cento irlandesa e nada esperta Briddey, é convidada por Trent, seu namorado e chefe, para instalar um EED, aquele dispositivo bacana que eleva a empatia entre casais, permitindo o estabelecimento de uma conexão ainda maior entre os apaixonados de plantão.

A cirurgia é realizada, Briddey aguarda na sala de recuperação – mas estamos falando de uma obra cujo pano de fundo interliga-se aos domínios da ficção científica, portanto, não demora muito para que a adorável e estritamente confiável tecnologia apresente seu princípio de imprevisibilidade, resultando em uma Briddey assustada, confusa, andando pelos corredores do hospital e, como se não bastasse, ouvindo a voz de um colega de trabalho em sua mente.


Apesar da contextualização tecnológica, das breves e superficiais críticas sociais, Interferências trata-se de uma comédia romântica. O livro é extremamente fiel a clássica fórmula estabelecida pelo gênero – que, infelizmente, não posso explorar ao longo desta resenha por conter em sua essência diversos spoilers da obra - apresentando um enredo previsível, clímax estável e desfecho fofinho que, embora estivesse escancarado nas primeiras vinto e cinco páginas, ainda é capaz de te tirar um sorriso bobo ao finalizar a leitura.

A personagem principal fundamenta-se nas bases da antiga, polêmica e, fortemente debatida, donzela em perigo. Desconfiada, boba e constantemente cometendo erros, a personagem ignora o namorado relapso e oportunista; defende os moldes de uma sociedade falha, onde mais vale atualizar-se tecnologicamente, vindo a sofrer com a constante conexão virtual, do que partilhar da realidade mágica de uma vida onde o verdadeiro contato humano prevalece. Briddey, na provável necessidade de agradar, de não contradizer, não entrar em conflito, prefere ignorar chamadas, produzir desculpas ou fugir de colegas e familiares intrometidos, da mesma forma, desmerece e desacredita o único que lhe estende a mão e propõem-se a ajudar.

Não se trata, porém, de criticar a personalidade de uma personagem feminina, uma vez que esta segue, claramente, os moldes da donzela indefesa, além das regras estabelecidas pela própria comédia romântica. Mas sim, perceber as nuances entre ações e consequências; entre a opressão de uma sociedade fortemente baseada no avanço e crença na tecnologia e a liberdade de desconectar-se. Trata-se de reconhecer a linha tênue entre abuso e intromissão, de admitir que nossa sociedade, assim como grande parte dos personagens deste livro, incluindo a própria Briddey, não refletem e não são capazes de formular um pensamento crítico para com os mais diversos aspectos e, isso, embora não seja explorado, é verdadeiramente assustador.


Connie Willis constrói uma comédia romântica impecavelmente estruturada, clássica em sua essência, previsível, adorável e fofa, como toda história do gênero deve ser. A obra peca, porém, ao desvincular-se das fortes críticas sociais, características de uma boa ficção científica. Decepciona quando retira do contexto tecnológico qualquer culpa, falha, dívida ou ideologia que impregna todo e qualquer aparato produzido. 

A ambiguidade de interpretações, porém, ressalta a maior falha desta obra, uma vez que se perdem debates importantíssimos em meio à confusão perante nuances entre intromissão e abuso; passividade e características de personalidade, bem como, a propagação da neutralidade tecnológica. Entre erros e acertos, Interferências destaca-se pela tentativa de unir ficção científica e informações históricas ao enredo de chick lit, apresentando as falhas comuns de uma autora que pretende carregar mais do que pode suportar, demonstrando que autores consagrados também podem errar.

41 comentários

  1. Oi, Izabel.

    Essa junção de ficção científica com humor, foi algo bem balanceado, o tornando mais leve e descontraído.

    A temática é boa, fácil de prender o leitor. Assim como é interessante ver o avanço da tecnologia, mesmo com seus prós e contras.

    Acho que essa, é uma leitura que eu apreciaria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiquei feliz por saber que se interessou pela leitura Daiane !!! Espero que tenha a oportunidade de ler esse livro !!! ;)

      Excluir
  2. Oi Izabel,
    Que pena que o livro não teve o seu potencial explorado, pois achei a proposta do enredo bem interessante, mesclando ficção científica com chick-lit, um gênero que adoro ler.
    São muitos pontos que me deixam desanimada em ler, principalmente pelo fato da autora não ter seguido no caminho de fazer duras criticas sociais relacionadas ao uso desenfreado da tecnologia. Além disso, a protagonista é difícil de se cativar, a Bridde pelo jeito tem uma personalidade muito fraca, uma donzela indefesa mesmo.
    Não sei se vou chegar a ler esse livro, no momento não sinto vontade.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro tinha tudo para dar certo sabe ?! A ideia de unir características de uma comédia romântica com ficção científica é maravilhosa, pois, além de trazer um frescor para os dois gêneros, acaba chamando a atenção de leitores que normalmente não se interessariam por um ou outro gênero literário !!!
      É claro que outras pessoas podem ter uma opinião diferente do livro, mas eu realmente esperava mais, justamente por ter lido outro livro da autora que foi simplesmente perfeito. Mas as leituras são assim mesmo né ?! XD

      Excluir
  3. Oiii Izabel

    Eu acho esse livro diferente, a proposta dele é uma premissa que me atrai mas também me intimida porque é bem fora da zona de conforto do que costumo ler. Uma pena que a leitura teve suas dificuldades, essa tenttiva em unir a ficção cientifica e o chick lit foi uma idéia boa, que poderia ter tido um grande resultado.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se quiser se arriscar e sair um pouco da zona de conforto, esse livro é uma ideia bacana !!! A parte da ficção científica não é pesada sabe ?! Não exige conceitos difíceis nem nada do gênero, e a parte da comédia romântica é bem bonitinha. Apesar das críticas, não canso de dizer que esse é um livro que vale a pena ler, talvez nem tanto pela história em si, mas pelas discussões que podemos tirar dela !!!

      Excluir
  4. Eu não sou fã de ficção científica, mas me surpreendi ao saber que é possível misturar ficção científica e chick-lit.
    Gostei dessa ideia de fazer com que a empatia seja mais utilizada, mesmo que não seja natural.
    Mas é uma pena que a autora tenha seguido por outros caminhos.
    Me incomoda muito quando um autor tem uma história incrível em mãos e acaba focando em uma parte mais rasa da história, infelizmente.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também tenho muitos problemas com esse tipo de coisa Ludyanne !!! A Connie Willis tinha a faca e o queijo nas mãos, a história poderia ter sido incrível, perfeita, mas os erros dela ao longo do caminho acabaram decepcionando bastante ... :/

      Excluir
  5. Não conhecia o livro, mas adorei toda essa premissa meio Gossip Girl haha
    Achei bem interessante esse procedimento EED e estou bem curiosa pelo livro.
    Adorei a dica

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que tenha a chance de conferir essa obra Nicole !!!
      E não esquece de me contar o que achou, após realizar a leitura !!! ;)

      Excluir
  6. Eu achei o contexto todo da obra bastante original. A tecnologia é um tema estritamente atual a ser discutido e eu acredito que a autora encontrou uma forma bem inteligente de fazer isso, optando pelo lado da quebra de privacidade, da maior valorização tecnológica que do próprio contato humano. Algo que me incomodaria, porém, seria a protagonista: por mais que eu entenda sua personalidade dentro da trama, donzelas em perigo sempre me cansam fácil. Acho que pra mim esse seria o ponto mais fraco da narrativa. Mesmo assim, acredito que essa é uma leitura leve e descontraída que vale a pena conhecer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O complicado de toda a questão da "donzela indefesa" é que a gente está num período tão incrível de conscientização, empoderamento, luta por igualdade e equidade que esse tipo de personagem não condiz com tudo que está acontecendo né ?!
      Caso a personagem fosse construída de forma diferente, ou possuísse uma motivação melhor por trás disso, eu não iria me importar de encontrar outra mulher indefesa na literatura, mas a forma como tudo se desenrola atrapalha tudo, rsrsrs, não tem como dar uma colher de chá !!! XD
      No fim é exatamente como você disse, ainda sim é um livro que vale a pena conhecer !!!

      Excluir
  7. Olá Izabel!
    Desde que vi esse livro tenho um interesse imenso em ler, o enredo parece que agradou mtos leitores e ler opiniões diferentes sobre como a autora desenvolve a história é mto bom, só aumenta minha curiosidade em conhecer.
    bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que tenha a oportunidade de conferir essa obra Aline !!!
      Não esquece de voltar aqui e me contar o que achou após realizar a leitura !!!

      Excluir
  8. Mesmo que não entenda muito de ficção científica, desde que este livro ficou entre os mais comentados, estou de olho nele. Esse avanço desenfreado da tecnologia poderia ter sido melhor explorado pela autora, mas acredito que ela tenha conseguido passar, nem que de leve, o que ela queria passar.
    Não dá para brincar de saber tudo e ainda assim, se manter humano!
    Mas mesmo com alguns pontos contras, se tiver oportunidade, quero muito poder conferir a obra sim!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se tiver a oportunidade dê uma chance para a obra sim !!! ;)
      Mesmo com as críticas e os problemas que levantei com relação a história, não deixa de ser uma leitura válida !!!

      Excluir
  9. Oi Izabel, acho que a união de ficção cientifica com chick lit é o diferencial dessa trama e é uma pena que a autora tenha pecado em alguns aspectos, ainda assim se o livro faz o leitor ter um sorriso bobo ao final a leitura pode agradar. Tenho visto resenhas positivas e negativas dessa história, confesso que ainda não decidi se quero ou não ler, mas achei a tua resenha e os pontos que você destacou bem interessante ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acompanhei algumas resenhas dessa obra mas a maioria delas levantava os pontos fracos da obra, rsrsrs, vi poucos leitores realmente gostando do livro. :/
      Ainda sim, é uma leitura que vale a pena, principalmente para aqueles que não estão acostumados com ficção científica e gostam de uma boa comédia romântica !!!

      Excluir
  10. Achei interessante essa ideia da tecnologia e da conexão que inventaram aí para as pessoas, foi bem doido e interessante. Mas confesso que o estilo comédia, a coisa mais "trama previsível" me deu uma desanimada. Aquele negócio da personagem que não enxerga as coisas erradas na cara dela, de namorado e coisa e tal...ahh meu. Sei lá se iria gostar tanto assim. Gostei da ideia, mas parece que falta mesmo aquela coisa que tramas mais cientificas mostram, uma critica e coisa assim. O que me desanimou é que a trama parece muito simples com uma ideia que poderia ter sido mais desenvolvida pra outro lado e não foi. Deu vontade de ler, mas ao mesmo tempo já não espero gostar tanto =/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que uma das coisas que auxiliaram para não gostar tanto desse livro quanto gostaria, foi ter criado expectativas muito altas com relação a obra e, quando iniciei a leitura, ter percebido que não era tudo isso ... Mas isso também faz parte da nossa experiência de leitura né ?!
      Interferências não deixa de ser um livro interessante, mas acredito que deve ser lido com o olhar certo, assim não nos decepcionamos tanto e conseguimos compreender melhor o que esperar dele !!! XD

      Excluir
  11. Olá.

    Ainda não conhecia o livro e confesso que me despertou um grande interesse. O fato de ser uma "comédia romântica" já me conquista logo de cara. Uma pena que a obra pecou em alguns pontos, mas acredito que eu daria uma chance para este enredo.
    Gostei da sua sinceridade na resenha.

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, oie, oie !!!
      Fico feliz por saber que se interessou pela obra !!!
      Não se esquece de me contar o que achou, após realizar a leitura !!!

      Excluir
  12. Oi, Izabel
    Li várias resenhas sobre esse livro gostei do livro, porém fico um pouco decepcionada pela protagonista ser tão fraca. Gosto mais de livros com mulheres fortes, batalhadoras, a frente do seu tempo.
    Não descarto a possibilidade de ler caso tenha oportunidade.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se existisse uma boa motivação por trás da construção da personagem, ou fosse uma obra diferente, com um contexto e universo diferentes, talvez a "donzela indefesa" não fosse um problema ... mas nesse caso a coisa simplesmente não rolou, rsrrs.

      Excluir
  13. Pelo arranjo inicial da história, me lembrou muito black mirror, sabe?
    Toda essa vontade doida de "melhorar" o que naturalmente existe resultando em algo nada agradável - e às vezes catastrófico.
    Eu ainda não tinha visto nenhuma resenha sobre esse livro e não esperava que se tratasse de algo tão interessante, a capa realmente não diz nada haha
    Ameei e fiquei muito curiosa MESMO
    beijoss
    N E O D E S V A R I O

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Black Mirror tem essa coisa de chocar bastante né ?! Acaba sobressaindo quando nos encontramos com obras como essa !!! ^-^
      Espero que tenha a chance de conferir a leitura, já estou curiosa para descobrir o que vai achar !!!

      Excluir
  14. Izabel!
    Achei que era pura ficção, jamais imaginaria que é uma comédia romântica...
    Uma pena que não tenha conseguido se conectar com a trama e com as personagens.
    Achei Interessante ver uma fantasia que insere todo um mundo de tecnologias, ao tempo que faz analogias com os contos de fadas.
    Livro mais que interessante, ainda não conhecia.
    “Palavras gentis não custam muito, e ainda assim conquistam muito. (Blaise Pascal)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JULHO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se tivesse um pouco mais de embasamento científico, ou ficção científica, talvez eu tivesse gostado mais dessa obra Rudy ... infelizmente não foi o que aconteceu. :/
      Mesmo assim, não deixa de ser uma leitura válida, afinal, a gente consegue tirar várias discussões interessantes daqui !!!

      Excluir
  15. O gênero de ficção cientifica não é um dos meus preferidos, mas como tem outro junto poderia até ler, mas é uma pena que deixa a desejar em alguns pontos, achei a ideia interessante, ainda mais porque a tecnologia na realidade esta cada vez mais ganhando espaço e quem sabe coisas assim podem acontecer no futuro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa obra é uma ótima introdução para quem não é muito fã, ou não conhece muito de ficção científica Maria !!! Tem os seus problemas, mas por unir outro gênero às características da obra, é um livro que merece ser lido !!!
      Quem sabe ele não te surpreende ?!

      Excluir
  16. Oi Izabel.
    Eu adoro ficção científica e estava super animada para ler esse livro. Mas vi algumas resenhas apontando alguns aspectos negativos que iriam fazer a leitura não ser tão agradável para mim.
    Deu para perceber pela sua resenha que a autora não conseguiu desenvolver tão bem a trama e que a ficção científica é bem rasa.
    Provavelmente não irei ler esse livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro é complicado Pamela, hahaha, tem vários problemas ao longo da narrativa e, infelizmente, muitos deles contribuem para que a leitura seja apenas mais uma leitura interessante ... é um livro bom, mas poderia ser muito melhor !!! ;)

      Excluir
  17. Já li comentários bons e ruins a respeito do livro. Ele possui uma premissa bem legal, de a pessoa ter uma harmonia maior conectada a outra pessoa e nessa cirurgia ela não se conectar com quem ela queria. Achei esse tema bem legal, parece ser divertido além de tudo e os personagens também. Mas ao mesmo tempo parece ser uma historia muito obvia de que algo esperado não iria acontecer, não deixando o livro com um gosto de quero mais. Queria muito ler e ter minhas próprias conclusões, espero ler em breve. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que tenha a chance de conferir essa obra Ludmila !!!
      Não esquece de voltar aqui para me contar o que achou, após realizar a leitura !!!

      Excluir
  18. Oi Izabel,
    Não sou fã de ficção científica, mas nenhuma resenha que li falava sobre ter humor na história, isso me anima a ler, e também descobrir sobre esse procedimento doido que os personagens fazem.
    Pena não desenvolveu melhor a crítica que o enredo traz, mas ainda assim consigo entender o que o livro quer passar..
    Se tiver oportunidade irei ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz por saber que pretende conferir a obra Vitória !!! Acredito que uma vez que compreendemos um pouco melhor o que o livro é, como ele se apresenta e, até certo ponto, o que iremos encontrar nele, fica mais fácil seguir com a leitura !!!
      Não esquece de me contar o que achou, após finalizar a leitura !!!

      Excluir
  19. Oi, tudo bom?
    Achei a proposta do livro bem interessante, ainda não li nenhum livro parecido, gostaria de poder conferir essa junção de ficção cientifica com chick-lit para ver o que sai hahahaha, pena que o livro não teve todo seu potencial explorado, mas como disse, mesmo sendo previsível, encerramos com um sorriso no rosto, por isso eu darei uma chance a essa leitura.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho essa coisa de "terminar com um sorriso no rosto" uma das coisas mais bacanas das comédias românticas e romances (no sentido do romântico mesmo, hehehe). A gente torce muito ao longo do livro e é tão bom ver que as coisas terminaram como esperávamos !!!
      Por esse motivo indico esse livro, é uma obra para deixar o coração quentinho !!! ^-^

      Excluir
  20. Oi Izabel,
    Nunca li um livro com esse tipo de proposta onde ficção científica se une a romance em um gênero chick lit. Quando um autor propõe levar uma história para o lado da ficção científica ele assume alguns riscos. Livros com essa temática tem muito a oferecer e é preciso um enredo coerente. A personagem principal não ter uma personalidade forte ou ser a típica donzela em perigo não é problema, o problema está na condução da história e no fato da autora ter deixado assuntos tão importantes sem a devida abordagem. Vou te dizer que eu tinha uma expectativa bem positiva com esse livro e olha que chick lit não é um gênero que leio, mas me incomoda um livro que não leva o leitor para uma direção mais impactante no enredo, principalmente com um plot que tinha tudo para funcionar. Acho que Interferências é um livro para passar o tempo ou para intercalar com leituras mais densas, apesar de suas mais de 400 páginas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você conseguiu resumir, com algumas mudanças é claro, rsrsrs, toda a minha visão com relação a esse livro !!!
      Se ele possuísse uma crítica mais profunda, ou elementos mais proeminentes da própria ficção científica, talvez a leitura fosse melhor aproveitada, mas não é isso que acontece aqui, e tudo bem. As vezes os livros não nos agradam tanto quanto gostaríamos né ?!
      No final, é um livro amorzinho, com um jeitinho fofo que nos deixa com um sorriso ao ser finalizado !!!

      Excluir
  21. Acho que a trama do livro retrata bem um assunto atual, pois hoje em dia todos estão ligados na tecnologia, as pessoas mal conversam umas com as outras,preferem ficar em redes sociais ou bate papos,esquecendo que somos seres humanos,e temos que demonstrar nossos sentimentos!!

    ResponderExcluir