Este ano a Arqueiro anunciou uma nova coleção de livros que fará parte de seu catálogo. A editora que dedica muito de seus lançamentos a romances de época, agora vai focar também nos chick-lits. Segundo a Arqueiro, Romances de Hoje é uma coleção que vai trazer mulheres atuais que lidam com problemas cotidianos e buscam conquistar seu espaço. As protagonistas são heroínas que tentam conciliar múltiplas responsabilidades – criar bem os filhos, manter um bom relacionamento com os maridos (ou encontrá-los!), dar atenção aos pais, manter contato com as amigas, cuidar da carreira e das contas a pagar, estar em forma, na moda e de bom humor, ter vida saudável, contribuir para um planeta melhor… e conseguir ser feliz no meio disso tudo. São histórias inspiradoras, muitas vezes de superação e empoderamento, mas sempre com leveza e muito humor.

Eu adoro um bom drama contemporâneo, normalmente me identifico com as histórias e me sensibilizo com os acontecimentos envolvendo as protagonistas. Sendo assim, meu interesse pelos livros dessa coleção é genuíno. O que me fez escolher A Casa dos Novos Começos para ler entre os três livros que inauguram a coleção foi o título.

Eu adoro conhecer histórias em que o elemento casa está presente. Acredito que o lugar no qual moramos é sempre um fator importantíssimo em nossas vidas. Aqui como vamos ter várias moradoras buscando recomeçar e tive a impressão de que esse lugar seria deveras crucial para a evolução das personagens. Outro ponto que chamou a minha atenção foi o fato de termos três protagonista na história, e não uma. Isso faz com que assuntos como relacionamentos e amizades sejam discutidos na trama, assim imaginava eu. Felizmente não me enganei, pois esses e outros assuntos são trabalhados no decorrer da narrativa.

Cozinhar para melhorar; ela deveria imprimir isso em uma camiseta.

Aqui teremos três histórias interligadas. Depois de uma terrível descoberta, Rosa resolve tentar uma nova vida e uma nova profissão longe de Londres. Trabalhando sem descanso como sous-chef em um restaurante em Brighton, Rosa não tem tempo para pensar no passado, mas também não consegue planejar o futuro. Até que ela conhece Beatrice, sua vizinha adolescente que está sempre emburrada, e começa a questionar sobre as decisões que tomou em sua vida e nas escolhas que precisa fazer para o futuro.

Simon, namorado de Georgie, recebe uma oportunidade profissional maravilhosa, e com isso os dois se mudam para o sul. Contudo nem tudo nessa nova vida são flores, Georgie começa a sentir-se sozinha e, sem trabalho, improdutiva. Contudo, sua vida parece melhorar quando começa a trabalhar para uma revista local. Mas esse trabalho vai metê-la em algumas encrencas.

Charlotte passou por perdas recentes e, desde então, passa as noites sozinha e deprimida em seu apartamento. Mas isso tudo muda quando ela encontra Margot, uma senhorinha cheia de atitude e opinião que mora no último andar. Aos poucos, as duas constroem uma amizade que mudará a vida de Charlotte. Essas três moradoras de SeaView vão ter suas vidas ligadas pelo destino. Assim elas vão ser a prova de que todas as mulheres podem ter um recomeço.

– Essa sensação vai passar. Tente aceitar seu pesar e o fato de que está enfrentando um período de luto. lembre-se de que tem controle sobre muitos outros aspectos da sua vida. Cabe a você decidir como vai reagir.

Rosa, Georgie e Charlotte são bem diferentes uma da outra, contudo estão ligadas pelo mesmo objetivo: o de recomeçar. Gostei muito como a autora trabalhou cada uma delas e suas peculiaridades, ficou tudo muito real. Acompanhar o nascimento da amizade entre elas e ver a evolução dessas mulheres durante a narrativa é gratificante. O melhor de tudo é que não houve necessidade de apelo a um romance meloso para que a história se sustentasse, e com isso a obra criada por Lucy tem mais um ponto positivo.

Junto dessas personagens, também conhecemos as outras moradoras de SeaView. A senhorinha mais querida do lugar, Margot; a adolescente mais rabugenta, Beatrice, são exemplos de mulheres que também enfrentarão seus problemas com a ajuda das vizinhas. É assim que, aos poucos, assuntos como família, relacionamento, responsabilidade, perda e luto, vão sendo explorados de forma séria e inteligente. O livro foge um pouco do tipo de chick-lit divertido que gosto de ler, contudo a narrativa gostosa de acompanhar e o humor sútil da escrita de Lucy Diamond, me ganharam.

Dito tudo isso, só posso por fim indicar a leitura para todos que gostam de refletir sobre os assuntos cotidianos que preocupam as mulheres contemporâneas. Às vezes necessitamos de um recomeço, uma oportunidade de se encontrar, se redescobrir e se compreender.

  • The House of New Beginnings
  • Autor: Lucy Diamond
  • Tradução: Viviane Diniz
  • Ano: 2019
  • Editora: Arqueiro
  • Páginas: 320
  • Amazon

rela
ciona
dos

Livros de ficção mais vendido de 2021 Lançamentos de livros previstos para fevereiro Um livro para cada fase da lua Os melhores quadrinhos de 2021