Passado meu luto devido ao fim de Game of Thrones, já tem um tempo que queria vir aqui e falar sobre o temido spoiler. Sobre o que é ou não de fato um spoiler e por onde posso andar em segurança nesta linha tênue que é estar à mercê da informação e da internet 24 horas por dia.

Acredito que muita gente já sofreu ou já deu um spoiler na vida. Acontece e é difícil fugir. Eu já fui até hostilizada por dar um spoiler de Dexter de 10 anos atrás, quando eu, ingenuamente, pensei estar segura sobre, afinal são 10 FUCKING anos! Mas enfim, com o fenômeno que foi GOT, a discussão nunca esteve tão em alta e é sobre isso que falaremos hoje.

Precisamos aceitar que o spoiler é assim como Thanos, inevitável. Não há como frear milhões de espectadores que assistem um evento ao vivo e exigir que estes mesmos milhões façam boquinha de siri no dia seguinte. As séries de TV, são eventos populares, e, agregado a tudo isso, estão todas as redes sociais a disposição para todos os fãs discutirem sobre cada novo episódio. Eu entendo o choque e o achar um desrespeito, visto que até 15 anos atrás, demoravam dias para um novo episódio chegar ao Brasil legendado e prontinho para download, mas hoje em dia, tudo isso é simultâneo.

É preciso entender também que a cultura pop cresceu de uma forma descomunal, a informação e o entretenimento estão ao alcance das nossas mãos com um simples piscar de olhos. Isso graças a evolução da tecnologia e a facilidade do acesso a internet, cada vez mais rápida. Bem-vindo a era da globalização!

Fãs de GOT ou não, irão sim compartilhar tudo que verem e irão comentar em tempo real. Ou seja, o grande público não se importa se você não teve tempo de colocar sua série em dia. É duro ler eu sei, mas é a verdade. Isso se intensifica ainda mais com os serviços de streaming que liberam temporadas inteiras de uma só vez. Para se não receber spoiler é preciso, literalmente, entrar numa corrida maluca de quem chega primeiro ao último episódio.

Vale ressaltar que, como estudante de marketing, entendo que para a divulgação de um nova série, temporada ou filme, os estúdios irão se utilizar, se possível, dos spoilers para alavancar a expectativa do público. Ou seja, se você não assistiu à temporada passada da sua série favorita, poderá levar um spoiler na cara com o aval da própria produtora.

Sinceramente, acredito que não existe uma fórmula correta para lidar com o assunto. Óbvio que como tudo, deve existir o mínimo de noção do indivíduo. Mas se há alguma forma de remediar a situação, o que pode-se fazer é o básico, sem internet até que você consiga colocar tudo em dia. Mas o mais importante é entender que séries de TV e filmes são cada vez mais (os nerds agradecem) populares, cada vez mais rentáveis e não há como controlar a reação do público. Pelo contrário, as grandes indústrias querem mais que você saia inflamado de uma sala de cinema, que você grite aos quatro ventos em suas redes sociais, toda vez que assistir a um episódio/filme, pois propaganda espontânea nunca é demais.

O jeito é desapegar, tentem compreender o mercado e não sejam pegos desprevenidos, pois logo um novo GOT vai surgir. Os fóruns fechados para debates de séries e afins mudaram de rosto, a discussão está acontecendo agora e em qualquer lugar, as teorias e críticas irão pipocar em sua timeline e elas acontecerão na fila do pão, no banheiro do serviço ou até mesmo em seu elevador. Não há como evitar.

rela
ciona
dos

Os melhores contos de terror para você ler Livros para ler neste Halloween