Essa história é dividida em basicamente 2 atos. Primeiramente viajaremos para o século XVII, para uma comunidade de bruxos com as mais diversas vertentes de magia. Ali eles vivem de forma harmônica e independente até que um de seus líderes se volta para o mal, causando a morte de muitos bruxos. Para viverem novamente em paz, os bruxos sobreviventes decidem exterminar todos os líderes e se esconderem entre os humanos, porém antes de tudo isso concluir, um grande bruxo lança uma profecia.

Quatro séculos depois conheceremos William, um adolescente com pai abusivo que se vira como pode para cuidar do irmão mais novo. Considerado na escola o esquisitão do pedaço, William também possui uma deficiência visual que lhe faz enxergar auras coloridas em volta das pessoas. Porém, seu destino parece mudar quando conhece Úrsula, uma das meninas mais populares da escola, mas que acaba virando sua amiga. Através dela que ele será apresentado ao mundo bruxo, uma travessia sem volta e perigosa.

Não muito longe dali, também conheceremos Mai, uma adolescente que vive em uma comunidade bruxa bastante peculiar. Mai é misteriosa e esconde diversos segredos, porém todos eles são colocados em risco quando ela conhece uma criança com poderes jamais vistos. Juntos, ambos mergulham numa jornada cheia de perigos e aprendizados, uma missão para acabar com um grande poder do mal.

Todas as Peças da Profecia é uma fantasia jovem adulta super gostosinha de ler. A própria autora, Mila Cassins, revela que a história é uma reverência as principais histórias de fantasia dos últimos 20 anos e durante a leitura, pude sacar diversas das referências presentes em sua obra. Apesar disso, o livro não perde em originalidade, a autora consegue muito bem homenagear diversas obras, sem deixar de dar personalidade a sua escrita e a sua construção de enredo.

Em seu mundo mágico, Mila nos apresenta uma certa hierarquia de pessoas mágicas, como por exemplo a existência dos bruxos, que podem ser Naturalistas ou Ocultistas (esses seguidores do Sacerdote), os Mágicos que fazem magia através de algum objeto e também os Magos, os mais poderosos, porém extintos na atualidade. Estas diferenciações sempre estiveram muito nebulosas na minha cabeça e aqui consegui discernir bem as características de cada um desses seres sem me confundir.

E apesar de ser um livro de fantasia, na narrativa da atualidade, onde acompanhamos William e Mia, é possível identificar algumas problemáticas bem atuais da nossa sociedade, como o bullying e também outros temas mais complexos como violência doméstica através do núcleo de William. Apesar de muito novo, o personagem leva uma vida sofrida ao lado do irmão que tenta proteger da maneira que pode, mas muitas vezes impedido pelo pai violento e da mãe omissa, mas também refém dessa situação. É interessante a autora trazer um pouco de “humanidade” para o livro e trabalhar temas que muitas vezes podem estar do nosso lado.

Falando sobre os personagens é incrível como cada um deles enriquece esta história. Já falei sobre William, mas também temos Mia e Úrsula, que engrandecem muito a trama, não só pela representativa que trazem consigo, mas principalmente por serem duas personagens femininas muito poderosas no sentido da palavra, ambas possuem uma personalidade forte e se fazem presente quando estão em cena, com certeza são minhas personagens preferidas.

Há apenas um detalhe que deixou um pouco a desejar durante a história, mas isso talvez se deva muito pela minha idade e por talvez, eu não ser o público-alvo do livro. Existe um romance nesse livro que acontece muito repentinamente. Não há tempo de páginas para que isso se desenvolva de uma forma mais natural. Ao final da leitura fiquei me questionando se realmente havia a necessidade deste elo amoroso. E uma cena de ação em específico do final do livro também foi bastante breve, o que me leva a pensar que talvez a autora tenha corrido com este desfecho. Não que seja ruim, mas acho que para o tão aguardado confronto final, eu tenha esperado algo mais épico.

De qualquer maneira, o destaque para mim neste livro foi o amor fraterno, seja com William com seu irmão mais novo, Miguel, ou com Mia e suas duas famílias. Acho que aqui, este elo acaba sendo o mais importante e que acaba unindo os dois personagens principais com algo em comum.

Ao final, enquanto lia, me senti muito agraciada por um sentimento que não sentia há muito tempo, enquanto lia Harry Potter e me deleitava com toda a força que possuía aquela história. Em Todas as Peças da Profecia, me senti inserida em um mundo que parecia bastante familiar, adorei descobrir algumas palavras mágicas e alguns objetos mágicos, além é claro, de torcer por cada reviravolta da profecia há tanto tempo prometida.

Eu adorei a história, adorei pela forma que me envolveu e aqueceu meu coração. Fazia tempo que não lia algo tão gostoso de ser lido, que possui uma narrativa fluida e que instiga bastante a cada página. Todas as Peças da Profecia é um livro único, porém na edição em ebook, podemos contar com um epílogo que consegue preparar o terreno para uma sequência, talvez, caso Mila esteja guardando planos para ele.

Se você procura um livro rapidinho de ler, leve e divertido, tenho certeza de que esta é uma ótima dica, Todas as Peças da Profecia nos apresenta algo dinâmico e muito bem escrito. Mila constrói seu próprio mundo mágico, com bruxos, magia, segredos, a eterna luta entre o bem e o mal, mas sem deixar de destacar temas como amizade, família e amor. Esta história irá te surpreender positivamente assim como me surpreendeu.

  • Todas as Peças da Profecia
  • Autor: Mila Cassins
  • Tradução: -
  • Ano: 2021
  • Editora: Independente
  • Páginas: 226
  • Amazon

rela
ciona
dos

Os melhores contos de terror para você ler Livros para ler neste Halloween