Gótico Mexicano | Silvia Moreno-Garcia

29 jun, 2021 Por Clara Vieira

A vida de Noemí Taboada era de constante agitação, dividida entre assistir suas aulas na faculdade e dançar em festas diversas, até que Noemí e seu pai recebem uma carta bastante esquisita da prima de Noemí, Catalina. Preocupada com a saúde de Catalina, Noemí irá deixar sua confortável casa na Cidade do México e irá visitar a prima na mansão do esposo desta, no interior do México, próxima a cidade de El Triunfo.

Trata-se de uma mansão no melhor estilo gótico: situada no topo de uma montanha e rodeada por uma neblina quase constante, com um cemitério na propriedade, adornada por móveis chiques não utilizados e cobertos por lençóis brancos. A família que lá mora combina com esse cenário: os Doyle são todos pálidos, cheios de regras aparentemente incompreensíveis e comportamentos peculiares. Conforme Noemí passa sua estadia com sua prima e com os Doyle, os mistérios vão sendo esclarecidos e dando lugar a um mal antes inimaginável.

Esta é a premissa de uma das novas publicações da editora Darkside Books neste ano de 2021, Gótico Mexicano, premissa essa cujos elementos me fascinaram desde o princípio. Isso porque sou fã desde a adolescência de histórias que se passam em mansões antigas e misteriosas, possivelmente assombradas por alguma entidade maléfica, como podemos ver em livros como A Assombração da Casa da Colina, de Shirley Jackson, e no filme protagonizado por Nicole Kidman intitulado Os Outros.

Além disso, a história ser situada no México foi outro grande atrativo, já que eu nunca havia lido nada que se passasse nesse país e tinha interesse em aprender algo sobre a cultura local em paralelo com a narrativa ficcional. Não fiquei decepcionada: o livro traz ambos os aspectos com vigor! A narrativa de fato tem a mansão e seus habitantes em seu plano central, o que é um prato cheio para os que, assim como eu, são fãs desse tipo de história. Considerando esta centralidade, o livro poderia perder de vista a localização de onde se passa, pesando para o lado “gótico” do título. Não é o que acontece: ao longo da história a autora Silvia Moreno-Garcia insere diversos elementos culturais mexicanos, como roupas, comidas e hábitos. 

Além de ter minhas expectativas (que estavam altas) correspondidas, Gótico Mexicano ainda trouxe surpresas positivas. O que ocorre é que o livro traz em seu cerne reflexões acerca de problemas sociais importantíssimos, tais como racismo, eugenia e machismo. Esses temas são trabalhados através da construção dos personagens, suas histórias de vida, como pensam e se comportam, de forma a ser parte importante do fluxo narrativo, se entremeando profundamente e de maneira fluida em todos os outros aspectos trazidos pela história.

Dito isso, acho importante afirmar o quanto a construção de personagens deste livro é extremamente bem feita. Noemí é uma personagem feminina muito forte, com quem podemos muito facilmente nos identificar ou nos inspirar. Ela é também uma personagem extremamente real, com suas qualidades, mas também com defeitos, aspectos estes que a trama explora com inteligência. Até mesmo os personagens secundários da trama são bem desenvolvidos, com histórias de vida delineadas e características pessoais claras, ainda que estas possam eventualmente nos surpreender. Acredito inclusive que esse seja um dos melhores pontos da trama, afinal, de acordo com o meu ponto de vista, as melhores histórias de horror são aquelas em que há algo de humano nos elementos sobrenaturais. É isso o que mais me assusta, sem sombra de dúvida: uma história contar algo sobre nós, sobre a humanidade, algo cruel e perverso, algo que preferiríamos fingir que não existe. 

Gótico Mexicano é uma obra de horror extremamente bem escrita. Isso pode ser atestado pelo fato de que ela foi eleita por inúmeros inúmeros veículos da mídia internacional, tais como New Yorker e Washington Post, como um dos livros favoritos de 2020. Pessoalmente acredito que essa escolha foi acertada, já que esta foi com certeza uma das minhas leituras favoritas deste ano. Justamente por isso creio ser importante destacar a edição da Darkside Books, que valoriza essa história excelente com uma edição muito bonita e bem formatada, com tamanho de letra e espaçamento que tornam a leitura confortável.

Silvia Moreno-Garcia criou uma trama de mistérios com maestria, desenvolvendo para isso personagens que podem mostrar o pior lado do ser humano. É por esta razão também que aguardarei ansiosamente a adaptação que será feita deste livro para série pela rede de streaming Hulu, com produção executiva da própria autora. 

  • Mexican Gothic
  • Autor: Silvia Moreno-Garcia
  • Tradução: Marcia Heloisa, Nilsen Silva
  • Ano: 2021
  • Editora: Darkside Books
  • Páginas: 288
  • Amazon

rela
ciona
dos

Os melhores contos de terror para você ler Livros para ler neste Halloween