Depois de Daisy Jones & The Six e Os Sete Maridos de Evelyn Hugo, eu vou esperar muito de qualquer coisa que leve o nome de Taylor Jenkins Reid. Não foi diferente quando li o maravilhoso, Amor(es) Verdadeiro(s), nem agora com Depois do Sim. Felizmente a autora não cansa de ser perfeita e eu não canso de amar todos os livros dela. 

Depois de onze anos de relacionamento, sendo que seis são de casados, Lauren e Ryan acreditam que não se amam mais. A distância entre eles e as brigas são a prova de que o relacionamento estava acabando. Contudo, é difícil para eles acreditarem neste fim. Sendo assim, eles decidem passar um ano separados, não vale nenhum contato, para que esse período longe um do outro mostre a eles se o casamento enfim acabou ou se ainda é possível ficarem juntos. Mas uma decisão dessas não é fácil e esse tempo não é curto, então eles vão descobrir mais do que imaginam sobre o relacionamento e também sobre eles mesmos.

“Você tem mais a oferecer ao seu casamento? Caso tenha, dedique-se a isso com todas as suas forças.”

Ao contrário do que eu imaginava que aconteceria, eu não chorei lendo este livro. Mas não foi pelo fato dele não ser emocionante ou não ter partes que me fizeram sentir meu coração apertado, foi pelo fato de eu ter me identificado muito com a maioria das coisas que aconteceram ou que os personagens sentiam e falavam. Quando eu vi a semelhança, eu me senti conectada com a história de outra maneira, sendo assim, eu fiquei muito atenta a tudo e pensando racionalmente nos acontecimentos e nas decisões do casal.  Foi tão incrível analisar a situação e compará-la a algo que vivi que eu não sei explicar. 

A primeira parte do livro é dedicada a mostrar como, após onze anos de casamento, Lauren e Ryan chegam à triste conclusão de que não estão felizes juntos. Assim fazemos uma viagem no tempo e acompanhamos alguns momentos desses onze anos de romance. Mais uma vez Taylor foi perfeita em sua escrita, ela consegue com maestria mostrar o relacionamento indo por água abaixo. Vemos os momentos mais importantes da paixão, mas também vemos quando o cansaço, a rotina e as brigas bobas começam a surgir e a influenciar no relacionamento. É muito perfeito e um ótimo retrato de muitos relacionamentos.

Em determinado momento, vamos acompanhar a escrita de emails que os personagens escrevem, para colocar para fora seus sentimentos e pensamentos, mas não mandam um para o outro. Mais uma vez tudo perfeito. Há uma grande carga emocional nos textos, pois são onze anos de relacionamento, então não é fácil para nenhum dos personagens esse momento de separação. Eu achei incrível o momento em que a Lauren se dá conta de que pode viver sozinha e começa a pensar no que isso acarretaria na sua vida. Mas ao mesmo tempo ela começa a pensar em tudo que viveu e pode viver ao lado de Ryan. Com isso, fica aquele questionamento, eu quero viver sozinha?

A escrita Taylor é muito leve, fluída e envolvente. A narrativa é feita em primeira pessoa por Lauren, o que fez com que eu me aproximasse ainda mais dela e da situação. A autora soube muito bem como demonstrar aqueles momentos de dúvida e incompreensão dos sentimentos. Eu gostei muito da Lauren, pois ela é muito ligada à família, e a relação dela com os irmãos é muito legal.  Inclusive, eu preciso falar que adorei o irmão dela, ele também está passando por uma situação diferente aqui e foi muito bacana ver isso sendo trabalhado pela autora. Outro ponto positivo no livro é ver como a autora trabalha o conceito de certo e errado dentro de relacionamentos, ela deixa bem claro que cada casal e cada pessoa acredita em algo diferente e que julgar ou palpitar sobre o relacionamento dos outros, muitas vezes ajuda, mas que não podemos esquecer que nossas crenças são diferentes.

Depois do Sim foi uma das minhas melhores leituras de 2020. O livro me surpreendeu pela construção de personagens reais e por me deixar com sensações e pensamentos diferentes do que os livros do gênero me proporcionam. Taylor Jenkins Reid rainha!

  • After I Do
  • Autor: Taylor Jenkins Reid
  • Tradução: Alexandre Boide
  • Ano: 2020
  • Editora: Paralela
  • Páginas: 320
  • Amazon

rela
ciona
dos

Livros de bruxaria moderna para você conhecer Livros banidos no Brasil e pelo mundo 6 livros com casas mal assombradas Nimona vai ganhar um filme de animação em 2023