Ao melhor estilo do clássico dos quadrinhos de Tex Willer, Duda Falcão retorna às livrarias saindo do mundo dos monstros ao qual está habituado, já que é um dos maiores estudiosos de H.P. Lovecraft do Brasil, para ingressar nas aventuras de um caçador de recompensas mestiço, em meio ao velho-oeste americano, enfrentando ladrões, índios, cobras e, sim, alguns monstros e fantasmas.

O livro já começa com ação, com Blackmoon galopando seu corcel negro, empunhando seu revólver Colt e correndo atrás de um fugitivo. A pegada repleta de cenas de perseguição, tiros e violência segue até o final do livro, mostrando o crescimento do justiceiro durante toda sua jornada. Apesar de não mostrar claramente como Kane entrou nessa vida, e já apresentá-lo correndo atrás de bandido, você vê claramente o amadurecimento mental e de estratégias que Kane sofre durante as páginas, além de ver o quanto ele vai ficando perturbado com as questões que vai enfrentando a cada novo desafio.

A obra envolve, além de ação, muito suspense, porém para um ávido leitor de thrillers, os mistérios apresentados são daqueles facilmente solucionados. Acredito que seja devido ao fato de a obra ser mais direcionada ao público infanto-juvenil do que para o público adulto. Em contrapartida a ação é repleta de sangue, muito bem descrita e bem chocantes, como logo no início do livro, onde um espírito aparece estrebuchando um homem, chocando demais o leitor e deixando claro qual será o estilo empregado no desenvolvimento da obra.

Aliás, o desenvolvimento do enredo é muito bem direcionado, os capítulos dividem a trajetória de Blackmoon em suas andanças pelo árido oeste americano, mas as histórias se unem perfeitamente nas transições dos capítulos, sem deixar nada em branco e nem dar saltos temporais gigantescos. Esta característica é muito difícil de encontrar, mesmo em livros que não são de ação, que quando não são lentos demais, são muito rápidos, fazendo os anos passarem com muita velocidade. O equilíbrio ligado a esse desenvolvimento é muito complicado e que eu valorizo demais durante uma leitura.

Este é o quinto livro do autor Duda Falcão, acostumado a escrever obras com vários contos, bem ao estilo H.P. Lovecraft, como em Mausoléu, Comboio de Espectros e Treze, Kane Blackmoon é apenas seu segundo romance, já que o primeiro livro lançado pelo autor também tinha uma história única a ser contada. Em pouco mais de 180 páginas Duda demonstra que tem total capacidade de escrever histórias longas e deixa o leitor ainda mais instigado, querendo apreciar obras ainda maiores.

Duda é professor universitário, graduado em história, especialista em literatura nacional, escritor e como se não bastasse, dá aulas de escrita criativa e também foi editor na Editora Argonautas. Na minha opinião, é um dos melhores escritores de ficção gaúcho da atualidade e tem tido uma ótima visibilidade com seus livros lançados pela Editora AVEC, que inclusive é excelente em suas obras, especialista em fantasia e quadrinhos, tem edições maravilhosas, como é o caso deste livro, que possui uma bela capa, mostrando bem a frieza de Kane enquanto empunha sua arma.

Se você gosta de Tex certamente irá se encantar com Kane Blackmoon, sem que a obra perca sua originalidade, já que a maneira como ele insere outras situações na obra é muito diferente de qualquer coisa já vista nos famosos quadrinhos. Você irá se deliciar com os fantasmas que pode haver no meio do tempo árido do oeste americano.

  • O Estranho Oeste de Kane Blackmoon
  • Autor: Duda Falcão
  • Ano: 2019
  • Editora: Avec
  • Páginas: 184
  • Amazon

rela
ciona
dos

7 livros para sagitarianos Os livros queridinhos do TikTok Livros de não ficção mais vendido em 2021 Livros de ficção mais vendido de 2021