Resenha: Incrível, Fantástico, Inacreditável Stan Lee

Título Original: Amazing, Fantastic, Incredible: a Marvelous Memoir
Autores: Stan Lee, Peter David, Colleen Doran
Ano: 2016
Editora: Geektopia
Páginas: 196
Amazon - Saraiva

Stan Lee é uma lenda dos quadrinhos. Desde 1960, sozinho ou em parceria com outros quadrinistas, criou diversos super-heróis que posteriormente, virariam marcos na história do gênero. Na era onde a DC Comics imperava e dava nomes aos heróis mais icônicos da época, Stan Lee deu outra visão e novas personalidades para os seus personagens. Todo o sucesso que se estendeu desde então, fez com que a Marvel Comics deixasse de ser uma pequena editora para um dos maiores estúdios de entretenimento do mundo.

Provavelmente você já deve ter se deparado com algum dos personagens criados pelo gênio Stan Lee. Dentre eles estão, Homem-Aranha, Hulk, Os Vingadores, X-Men e vários outros nomes conhecidos da cultura geek. Em sua maioria, todos são personagens consagrados dentro dos quadrinhos e atualmente, veem ganhando suas próprias adaptações dentro do cinema e nas séries para TV também.

A trajetória de Stan Lee é contada por ele mesmo em parceria com outros dois ilustradores, Peter David e Colleen Doran. O quadrinho Incrível, Fantástico, Inacreditável Stan Lee, marca a estreia do selo Geektopia da Novo Século, sendo assim, o primeiro quadrinho lançado pela editora que resolveu apostar com tudo no formato. Nesta edição, com uma narrativa bem-humorada e bastante energética, Stan Lee guiará o leitor desde os primórdios da sua vida até a atualidade, quando a marca Marvel está mais do que consolidada.

"Deve haver uma lição de moral oculta nisso tudo. Se quiser, pode procurar por ela ao longo da edição."

Resenha: Atraída Por Um Highlander

Título Original: In Bed with a Highlander - Trilogia McCabe #1
Autora: Maya Banks
Ano: 2017
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 336

Em uma época onde mulheres eram submissas a seus maridos, chefes de seus clãs, senhores de suas terras, guerreiros indomáveis, encontramos uma protagonista empoderada, forte, decidida, que sabe o peso de seu nome, a responsabilidade de ser quem é em meio a uma guerra por poder. Não é por vontade própria que Mairin se encontra escondida em um convento, longe de tudo e todos. Ela precisa de proteção, se manter segura até o dia em que se casar e então se tornar livre, porém ser quem é torna essa missão difícil e cada dia se revela um novo desafio, uma bomba relógio prestes a explodir.

Ewan McCabe precisou de oito anos para restabelecer a confiança de seu clã, seu castelo ainda está em ruínas, seus muros continuam com buracos, seus recursos são escassos, mas seus guerreiros são os mais fortes, destemidos e treinados de toda a terra alta, dispostos a defender seu clã custe o que custar e essa regra se aplica inclusive ao líder que não hesita em se casar com uma desconhecida se isso significar salvar seu clã. Ewan é o irmão mais velho de três irmãos, um homem que já amargou perdas inestimáveis na vida, que já enfrentou verdadeiras tempestades, mas que jamais perdeu o senso de justiça e proteção. Ele ama ferozmente, protege os seus com todo coração, um guerreiro forte, sagaz, capaz de desafiar o próprio rei. Me apaixonei mais e mais por ele a cada página. Assim como, me apaixonei pelo romance construído aqui.

Não era para entregar seu coração, não deveria ser um enlace matrimonial amoroso, mas foi impossível não ceder primeiro ao desejo e depois a todo o restante. Natural, leve, um jogo de sedução, de provocação, um duelo de titãs, um amor construído dia após dia, que nasceu do respeito, da admiração, da entrega. Apaixonante e viciante.

"Sim, a moça o estava afetando. Ele esteve certo desde o primeiro instante em que pôs os olhos nela. Definitivamente, ela era problema."

Resenha: Paola - Proibido para Menores

Título Original: Paola - Proibido para Menores
Autor: W. P. Ferro
Ano: 2017
Editora: Alley
Páginas: 216

Paola - Proibido para Menores é o romance de estreia do autor nacional W. P. Ferro.

É final da década de 70 e iremos seguir a trajetória de Paola. Com uma abordagem franca e bastante crua, iremos acompanhar todas as dificuldades, preconceitos e machismo que Paola precisou superar ao longo de sua vida. Descendente de uma família de imigrantes italianos, Paola cresceu na Mooca, um bairro característico da zona leste da cidade de São Paulo. Narrado em primeira pessoa, iremos adentrar num mundo de descobertas, encontros e desencontros de Paola, de sua família e de seus poucos, mas verdadeiros amigos.

Logo nas primeiras páginas, descobrimos que Paola não se encaixa em seu meio. Seu pai sempre foi um machista convicto e dono de um temperamento muito forte. Desde pequena Paola precisou lidar com a vida boemia que seu pai levava e com todas as traições que sua mãe fingia não perceber. Isso despertou em Paola o desejo de nunca, jamais, se submeter a tal condição e a vontade de sobreviver a tanta intolerância em uma estrutura familiar precária a moldou durante anos para ser uma mulher diferente. 

"...ao ler Paola tenha em mente a mesa sonoridade de Paula, pois essa é a forma correta de pronunciar o meu nome."

Resenha: Casada Até Quarta

Título Original: Wife by Wednesday
Autora: Catherine Bybee
Ano: 2017
Editora: Verus Editora
Páginas: 196
Amazon - Saraiva

Noivas da Semana da autora Catherine Bybee é a nova aposta da Verus Editora depois do sucesso que foi A Garoto do Calendário. Com uma pegada um pouco mais leve, Casada até Quarta é o primeiro livro da série que contará com sete livros. Todos são romances contemporâneos, então, apesar do trabalho gráfico, não confundam com romances de época.

Neste primeiro livro seremos apresentados a Alliance, a agência de casamentos de Samantha Elliot. É Sam a responsável por arranjar encontros, investigar a vida de contratantes e analisar o perfil perfeito para seus clientes. Em um de seus encontros de negócios, Sam conhece Blake Harrison, um nobre e irresistível exemplar da alta sociedade britânica, um Duque que precisa desesperadamente de um casamento arranjado. Apesar de ter conquistado sua própria fortuna, Blake precisa se casar antes do seu aniversário, caso isso não aconteça ele perderá seu título e a herança que seu pai deixou para ele, sua mãe e irmã.

No momento que conhece Samantha, Blake sabe que encontrou a mulher que precisa para tal papel. Dona de uma beleza enérgica, Sam tem agora em mãos uma proposta que vale milhões de dólares, precisando muito do valor para dar condições melhores para sua irmã mais nova, Samantha aceita assinar o contrato de um ano com o Duque. Por um ano ela seria esposa de Blake Harrison e que mal isso faria? Mas será possível maquiar a atração que ela sente por ele?

" — Pronta para se casar? Ela virou a mão para cima e entrelaçou seus dedos nos dele. — Que seja. Não tinha nada melhor planejado para hoje."

It: A Coisa - Crítica

It

Lançamento: 7 de setembro de 2017
Com: Bill Skarsgård; Jaeden Lieberher; Jeremy Ray Taylor; Sophia Lillis; Finn Wolfhard; Chosen Jacobs; Jack Dylan Grazer; Wyatt Oleff
Gênero: Terror; Suspense

A pacata cidade de Derry, localizada no estado do Maine, poderia facilmente ser classificada como a típica cidade norte americana. 

As crianças convivem em um ambiente seguro e livre o suficiente para andar de bicicleta pelas ruas. Os pais são típicos trabalhadores, preocupados com o futuro de seus filhos e dando o máximo para manter a união de sua família. Os adultos, como todo bom adulto, seguem uma vida de responsabilidades enquanto as crianças fazem o que a grande maioria das crianças norte americanas fazem de melhor: os mais velhos perseguem os mais novos, as amizades se fortalecem ao longo do verão, novos amigos são descobertos nos momentos mais inusitados e, às vezes, se o destino permitir, novas aventuras podem contar até mesmo com a presença de monstros assustadores.

Nossa pequena aventura começa durante um dia de chuva, quando as crianças são forçadas a redirecionar suas energias para qualquer tipo de tarefa chata e entediante. Ansioso por encontrar um pouco de distração nas ruas molhadas pela chuva, Georgie, irmão mais novo do atencioso e querido Bill, passa o tempo perseguindo seu barquinho de papel. A perseguição resulta em ótimas gargalhadas até o momento em que o objeto desce pela sarjeta e Georgie se vê frente a frente com uma figura peculiar, um misterioso palhaço que segura seu barquinho e estabelece um diálogo um tanto quanto bizarro com o pequeno garoto.