Resenha: Onde Cantam os Pássaros

Título Original: All the Birds, Singing
Autora: Evie Wyld
Ano: 2013
Editora: Darkside
Páginas: 251
Compre aqui

♥ livro cedido em parceria com a editora.

Onde Cantam os Pássaros não foi um livro que busquei por conhecer a história, na verdade sabia pouquíssimo sobre o que essa obra iria tratar; também não foi uma obra que busquei devido a indicação de algum amigo ou conhecido. Decidi conhecer a história presente nesse livro por três motivos distintos. O primeiro está ligado a editora Darkside, minha queridinha já há algum tempo, que nunca me decepcionou com suas publicações e sempre me deixa curiosa com suas novidades. O segundo motivo é extremamente visual, fui fisgada pela capa, me apaixonei por ela e por isso decidi dar uma chance. Mas o último motivo pode ser o principal e aquele que deu o gatilho para que me arriscasse. Estava curiosa para saber como o suspense iria funcionar com uma personagem principal que possuía uma fazenda de ovelhas.

Jake White, nossa personagem principal, vive sozinha em sua fazenda de ovelhas. Sua propriedade está localizada em uma ilha de pequeno porte, pertencente ao domínio britânico, porém anônima para o leitor ao longo de toda a narrativa. Ela não possuí convívio diário com outras pessoas desde que chegou a ilha e se estabeleceu na fazenda, seu passado é misterioso e suas habilidades vão desde o saber tosquiar uma ovelha, até lidar com possiveis feras que caçam seus animais.

Ela está preparada para qualquer situação e sempre se mantém alerta a qualquer movimento suspeito. Jake é capaz de lidar com as situação adversas que surgem no dia à dia de uma fazenda, e guarda seus segredos como um antigo e secreto baú do tesouro, ela não se abre com os outros fazendeiros, não possuí amigos e sua família é distante.

Resenha: Inverno Negro

Título Original: Inverno Negro
Autora: Stefano Sant'Anna
Ano: 2016
Editora: Empíreo
Páginas: 352
Compre aqui

♥ livro cedido em parceria com a editora.

Inverno Negro é o segundo livro que leio da, minha mais nova e querida, editora. A Empíreo vem surpreendendo com o cuidado em suas edições. Fiquei muito satisfeita com todo o trabalho gráfico que fizeram em Inverno Negro, a diagramação, a fonte escolhida e capa, porta de entrada para qualquer fã de fantasia. O livro é o primeiro de uma série lançado pelo autor nacional Stefano Sant'Anna.

Leonan Albuquerque leva uma vida comum. De origem pobre e com uma relação bastante distante com sua mãe Lydia, ele vive no Rio de Janeiro. Aos 16 anos, por conta da superproteção da mãe, Leo tem bastante problemas para socializar e fazer amigos. Esta situação é piorada por conta dos ataques epiléticos que ele tem. Para sua tristeza ele acaba sofrendo bullying dos colegas por causa do seu problema e por sua condição social.

É depois de um dos seus ataques que Leo tem uma grande reviravolta em sua vida. Quando sua mãe vai busca-lo de uma maneira, bastante, inusitada, ele começa a perceber que há algo de errado. Ao chegar em casa, Leonan é surpreendido por um homem misterioso e bastante peculiar. A mensagem deste homem é bastante reveladora. Ele o levará de volta para casa, que tudo que ele sempre viveu, até aqui, era uma verdadeira mentira. A verdade é que há muito tempo ele fora sequestrado e que ele não pertencia a este planeta.

Resenha: Indecente, Selvagem Irresistível

Título Original: Dirty Rowdy Thing
Autora: Christina Lauren
Ano: 2015
Editora: Universo de Livros
Páginas: 320
Compre aqui

♥ livro cedido em parceria com a editora.

Depois de um ano, resolvi me aventurar novamente por uma série, que logo de cara, me agradou bastante. Uma em que três amigas e três amigos vão curtir em Las Vegas e acabam, no outro dia, casados e com uma baita ressaca. O primeiro livro, além de contar a história de Mia e Ansel, serve como uma introdução para o que se seguiria nesta série. As autoras conseguem mesclar humor e drama, cenas recheadas com nuances de dilemas e não permitem que o leitor se distraia. Um acerto de dose, fazendo que hoje, eu venha aqui falar sobre o segundo livro da série Selvagem Irresistível.

Em Indecente, vamos conhecer verdadeiramente Harlow Vega, a amiga mais louca da turma. Harlow é aquela mulher que sabe o que quer, como quer e quando. Ela não mede palavras e simplesmente age. Foi desta maneira que, depois de ficar doze horas casada com Finn Roberts em Las Vegas, resolveu reprisar sua lua de mel com aquela perfeição masculina, para isso ela teve que atravessar o país vestindo apenas um sobretudo.

Harlow não nega, Finn foi a melhor conquista dela. Ele era perfeito na cama e agora era difícil esquece-lo. Não era paixão, era apenas sexo sem compromisso, uma troca de favores. O lance terminou rápido e não seguiria em frente se não fosse por uma visita inesperada de Finn a sua cidade. Ele saiu do Canadá para passar alguns dias na casa do seu amigo Oliver e também para resolver um grande negócio, este que seria de suma importância para o futuro da situação financeira da sua família.

Resenha: A Garota do Calendário - Fevereiro

Título Original: Calendar Girl: February
Autora: Audrey Carlan
Ano: 2016
Editora: Verus
Páginas: 132
Compre aqui

Antes de seu lançamento, eu tive a oportunidade de ler e resenhar aqui no blog, A Garota do Calendário - Janeiro (resenha aqui). Sendo uma série bastante aguardada, fiquei satisfeita com o que li em janeiro, porém, ainda com o primeiro livro em mãos, tive uma pequena dose do que viria em fevereiro com um primeiro capítulo, e ali, já vi que fevereiro me deixaria bastante irritada com nossa protagonista Mia Saunders.

O cliente de fevereiro é um ousado artista plástico francês chamado Alec Dubois. Alec é bastante excêntrico, mas claro, bastante atraente e desprendido de qualquer pudor, tudo pela arte. O papel de Mia neste mês é ser unicamente sua musa inspiradora e desta maneira, Alec, através do seu estilo de vida e personalidade, vai ensinar a Mia importantes lições, a autodescoberta, aceitação e o amor próprio.

Bem, apesar do livro e de Alec, trazerem uma mensagem bastante relevante para a construção da protagonista, muito pontos a desfavoreceram durante a leitura. Já no primeiro capítulo, Mia literalmente, se joga nos braços de Alec e isso me incomodou tanto, visto que ela se mostra uma mulher super independente no primeiro livro, neste segundo, temos uma Mia carente ao extremo.

Eu entendo que neste, a personagem esteja mais exposta as suas fragilidades e que Alec, explora isso de todas as formas possíveis para suas obras, portanto aqui, temos uma Mia, totalmente, desconstruída em relação a primeira que conhecemos. Isso não é um ponto negativo, pelo contrário, estamos ainda conhecendo profundamente Mia, mas isso não deixou de me causar estranheza.

Lançamentos Bienal: Editora Empíreo

Olá pessoas! Pensando na Bienal e na quantidade de lançamentos que estão vindo por ai, resolvemos montar um post completinho de tudo que vai rolar em algumas editoras. Uma delas é nossa querida Empíreo, editora parceira aqui do blog.

Neste ano a editora resolveu inovar na Bienal. Eles irão trazer um estande que será na verdade uma sala de leitura, não é muito amor? Fiquem ligados, a editora vai estar no estante G073.


A Editora Empíreo embarca nesse sonho e constrói para a Bienal um espaço feito por amantes de livros para amantes de livros. Em parceria com o ‘Oito Mãos Atelier’, o estande vai ser composto apenas de móveis que qualquer leitor gostaria de ter na sua biblioteca. Serão 25 metros quadrados de conforto e aconchego. Pufes, bancos, sofás, estantes e tudo o mais estará à disposição para que os leitores possam desfrutar dos livros da Empíreo em um ambiente agradável. Ah! E esses móveis também estarão à venda! Além disso, seguindo a filosofia da editora e do ateliê – de respeito ao meio ambiente – todo o mobiliário será feito com paletes de madeira reutilizados. Isso significa 100% de reaproveitamento, com material de qualidade. 

Resenha: Não Fale Com Estranhos

Título Original: The Stranger
Autora: Harlan Coben
Ano: 2016
Editora: Arqueiro
Páginas: 301
Compre aqui

♥ livro cedido em parceria com a editora.

Fazia muito tempo que eu queria ler alguma coisa do Harlan Coben. Por diversas vezes escutei falar bem de suas histórias, mas por algum motivo, não tinha a oportunidade de conhecer nenhum livro. Eis que surge a oportunidade perfeita de estrear minhas leituras do Coben, a Editora Arqueiro disponibilizou o último lançamento do escritor, Não Fale com Estranhos. Feito, é agora!

Comecei a leitura sem saber bem o que esperar, primeiro por não ter lido nado do autor, e segundo, nem a sinopse do livro eu quis ler. Fico um pouco receosa com algumas sinopses, acho que as vezes, muito da experiência da leitura é perdida ali. Iniciei a leitura um pouco lenta, mas não por achar a história ruim, eu que estava com uma resseca literária mesmo! A história, pelo contrário, foi desenrolando em um ritmo bem interessante, com diversos elementos diferentes. Vamos ao que interessa?

"O mundo de Adam Price não foi destruído imediatamente pelo que o estranho revelou."

Adam Price é um homem de meia-idade que leva a vida perfeita. É advogado e trabalha para uma conceituada empresa de advocacia e tem uma linda esposa, Corinne Price, professora e completamente dedicada à família. O casal tem dois filhos, o mais velho, Thomas, e o caçula Ryan. O esporte que move a cidade é o lacrosse, e Thomas faz parte da equipe principal da escola. Corinne faz parte do conselho da equipe de Thomas, e assim como é dedicada à família, Corinne leva muito a sério o seu trabalho voluntário no conselho da equipe.

Folheando sobre o projeto Vórtice Fantástico



Quem acompanha meus vídeos lá no canal, sabe que em todo vídeo de leituras do mês, sempre aparece um, onde eu comento que foi uma leitura do Vórtice Fantástico, mas afinal, o que é isso? Pensando neste pergunta que alguns me fizeram, resolvi trazer um pequeno resumo do que é este projeto.

Vórtice Fantástico é um clube de leitura para debater os gêneros ficção científica e fantasia com outros leitores e  apaixonados por livros.

O Vórtice Fantástico é um espaço onde leitores de ficção científica, fantasia, terror e outros gêneros similares se encontram para discutir suas obras, autores e mundos favoritos. Aqui, os leitores são sugados para um lugar fora do espaço/tempo e transportados para um ambiente de criaturas, estórias, mundos e letras. 

O Vórtice é formado por várias correntes, os Clubes de Leitura; cada um é administrado independentemente, mas todos fazem parte da comunidade. Nossa missão é unir e interagir com pessoas apaixonadas por livros, mundos e estórias fascinantes. Cada partícula (integrante) do Vórtice é importante para que continuemos girando e funcionando.

Aqui em Porto Alegre, já ocorreram quatro encontros e os livros lidos foram: O Circo Mecânico, Eu Sou a Lenda, Exorcismo, A Condessa Sangrenta. O próximo, e quinto, encontro será em setembro (ganhamos uma pausa por conta da Bienal) e o livro que iremos ler é Guerra do Velho. Abaixo algumas fotos dos encontros ♥