Resenha: A Sereia

Título Original: The Siren
Autora: Kiera Cass
Ano: 2016
Editora: Seguinte
Páginas: 328
Compre aqui

♥ postado originalmente por mim no Livros e Chocolate Quente.

Depois do estrondoso sucesso que foi e é, a série A Seleção, a autora Kiera Cass recebeu a proposta de republicar sua primeira obra, A Sereia. A autora deu uma repaginada na história, arrumou algumas coisinhas que achou necessário até finalmente chegar no Brasil. A Sereia chegou no início de 2016 nas livrarias, com uma capa tão linda quanto os antecessores da autora e fotografada aqui no Brasil. A edição também leva uma cartinha toda especial e exclusiva para todos as/os fãs brasileiros.

Para ler A Sereia, eu sabia que deveria vestir minha "capinha teen", e esta decisão jamais foi tão acertada para mim e o porquê eu vou explicar mais abaixo. A Sereia será uma história inspirada na mitologia grega, nos seres metade peixe, metade mulher que conhecemos.

O navio de Kahlen, uma jovem de 19 anos, misteriosamente, sofre um acidente em alto mar. Neste acidente, ela, os tripulantes, e toda sua família são sugados pelo oceano. Num grito de desespero, Kahlen suplica por sua vida e é ouvida. Quem responde é a Água, personagem mais do que presente nesta história. A Água fará uma proposta para Kahlen, ela poupará sua vida em troca de 100 anos de servidão. Ela aceita e virá uma sereia, assim Kahlen conhece outras meninas que farão parte de sua vida a partir desse momento, e é desta forma que embarcamos nesta história mágica e encantadora.

Resenha: Emily the Strange - Os Dias Perdidos

Título Original: Emily the Strange – The Lost Days
Autor: Rob Reger
Ano: 2011
Editora: Galera Record
Páginas: 274
Compre aqui

Em algum momento de sua vida você deve ter se deparado com uma figura peculiar, diferente, que se destacava do padrão ao qual estamos acostumados a observar todos os dias. Possivelmente, você se deparou com essa figura estranha em camisetas, mochilas e até mesmo livros, mas talvez nunca tenha reconhecido a personagem por trás do rosto de poucos amigos. 

Muito mais do que uma personagem de camisetas, histórias em quadrinhos, graphic novels ou série de livros, Emily the Strange é um ícone para aqueles que não se encaixam, para os diferentes, é uma voz destacando a diversidade e até um pouquinho de contracultura.

Em seu primeiro livro Emily surge como Lacraia. Não, você não leu errado. Sim, o nome dela é Lacraia, pelo menos durante um breve período de tempo. Tudo começa quando nossa personagem principal se encontra sentada no banco de um pequeno parque, parque bem mal cuidado por sinal, ele só tinha uma arvore! Tudo o que ela sabe é que não sabe de nada sobre sua vida e não é capaz de lembrar qualquer detalhe sobre seu passado ou quem foi antes de chegar ali. Sem saber o que fazer ou para onde ir, ela segue para o café El Dungeon, localizado na pequena cidade de Blackrock, e lá encontra pessoas estranhas que podem ou não esconder algo interessante.



Resenha: O Cemitério

Título Original: Pet Sematary
Autor: Stephen King
Ano: 2013
Editora: Suma de Letras
Páginas: 424
Compre: Saraiva - Amazon

Hey, Ho! Lets Go!

A família Creed acaba de se mudar para uma pequena cidade do Maine. O novo emprego de Louis, na universidade da cidade, possibilitou que ele, sua esposa Rachel, sua filha Ellie e seu caçula Cage se estabelecessem em uma bela casa colonial, porém, apenas com um pequeno problema, perto demais de uma rodovia perigosa.

Na primeira visita que a família faz pelos arredores da casa, eles conhecem seu simpático vizinho, o Sr. Jud Crandall. É este senhor que apresenta a família Creed, o "Simitério" de Bichos, um cemitério mantido há gerações por crianças da cidade. 

Mais a frente deste, existe um outro e antigo cemitério indígena que parece ter força própria e vontade. O local atrai pessoas fragilizadas pelo luto, com a promessa sedutora de trazer quem quer que tenha sido enterrado ali de volta a vida. Este segredo é contato pelo velho Crandall e para Louis, a história não parece nada além de uma velha história de terror de um senhor de idade, porém, após o gato de sua filha, Churchill, ser atropelado na rodovia, trazer o gato de volta a vida através do cemitério indígena acaba virando uma opção, tudo para que a filha não lide com a morte tão cedo.

A inspiração para tal obra, se fez através da experiência pessoal do autor com sua família, quando também se mudou para uma casa no Maine que beirava uma rodovia. Em uma mesma situação, o gato da família também fora atropelado e o mesmo foi enterrado em um cemitério para bichos das redondezas. Após isso, King escreveu o primeiro manuscrito de Pet Sematary para depois ficar engavetado por anos. 

" -O solo do coração de um homem é mais empedernido, Louis murmurou o moribundo. - Um homem planta o que pode... E cuida do que plantou."

Resenha: À Procura de Audrey

Título Original: Finding Audrey
Autora: Sophie Kinsella
Ano: 2015
Editora: Galera
Páginas: 334
Compre: Saraiva - Amazon

À procura de Audrey é o primeiro romance jovem adulto da autora Sophie Kinsella, muito conhecida por seus chick-lit e a série da viciada em compras Becky Bloom. A autora saiu totalmente da sua zona de conforto para escrever esse livro e mais uma vez conquistou leitores pelo mundo.

A história é narrada por Audrey, uma adolescente de 14 anos, que abre o livro falando sobre uma confusão que está acontecendo em sua casa. Aparentemente sua mãe surtou, porque o irmão, Frank, é viciado em LOC (Alguma semelhança com LOL? Todas!). Aliás, logo descobrimos que a mãe da Audrey têm várias paranoias. Ela também nos confessa uma quedinha pelo amigo do irmão, Linus, que consegue se conectar com Audrey de uma maneira muito fofa ao longo da história.  

"Tipo, apenas filmei o menino porque é amigo de Frank. É só, sabe. Contexto familiar e tal. Ok. E ele tem um rosto bonito. Que vi repetidamente no vídeo algumas vezes."

Demora um pouco até que a Audrey chegue no ponto principal da história: ela! Depois de sofrer bullying na escola, ela perdeu completamente a vontade de estudar e sair de casa. Ter qualquer tipo de contato social, que não seja com os membros de sua família, é muito difícil. Em uma de suas sessões de terapia, a terapeuta pede que ela comece a gravar alguns vídeos sobre qualquer coisa que ela quisesse. Então, Audrey começa a filmar alguns vídeos sobre a sua família.

Resenha: O Erro

Título Original: The Mistake
Autora: Elle Kennedy
Ano: 2016
Editora: Paralela
Páginas: 279
Compre aqui

Grace é uma jovem caloura na faculdade e louca para viver algumas emoções, como onhecer novas pessoas e perder a virgindade. Porém, ela é um pouco tímida e sente certa dificuldade em fazer essas duas coisas. Apesar de já ter ido a inúmeras festas no campus, arrastada por sua amiga Ramona (que é seu oposto), Grace ainda não conseguiu se enturmar muito bem.

É quando o destino bate à sua porta no formato de um lindo jogador de hóquei. Logan faz sua cabeça girar de tanta sensualidade, entretanto, um Erro acaba afastando os dois e só o tempo irá dizer se esse casal realmente foi feito para estar junto.

O segundo livro da série Amores Improváveis, de Elle Kennedy, consegue ser ainda mais emocionante que o primeiro volume (resenha aqui). A autora já deixou clara pra mim a linha que segue ao criar suas estórias. Entre suas características, estão uma pitada de drama, romance e comédia, uma mistura que definitivamente deu muito certo. É exatamente esse jeitinho doce e divertido das histórias de Elle que me conquistou.

O Erro fala sobre a vida de Logan (amigo de Garrett, protagonista do primeiro livro) e Grace, uma caloura da faculdade que não vê a hora de enfim, aproveitar sua liberdade. Já dá pra imaginar que os dois personagens são bem diferentes em termos de personalidade e estilo de vida, mas isso só torna as coisas mais interessantes.